• Assessoria de Comunicação

Os 3 R: Reduzir, Reutilizar e Reciclar

A base de toda a ciência da sustentabilidade são esses 3 "R".

Reduzir

O mais importante é o primeiro "R": Reduzir. Diminuir o consumo, reduzindo o desperdício, analisando se realmente precisamos de alguma coisa ou o nosso desejo de ter é só uma manipulação da indústria capitalista. Será que preciso realmente trocar de carro? A quantidade de recursos e energia utilizados para fabricar um carro novo são imensos. Claro, um conserto também requer recursos naturais e energia, mas MUITO, MUITO menos. Mesmo que o reparo seja radical como a troca de um motor inteiro ou uma caixa de mudanças. De um modo geral, consertar seu usado é muito mais correto do que trocar por um novo. Se você adiar ao máximo a troca do seu veículo, a indústria vai ser obrigada a produzir menos carros e causar um impacto muito menor. Mas e a economia? Que será da indústria automobilística? Eles são capazes de se adaptar, reduzindo custos e melhorando a eficiência. O fato é que se os recursos naturais se reduzirem a um ponto de ficar difícil demais a sua extração, a indústria terá custos muito maiores, o que seria péssimo para a economia. E para extrair os recursos, mais ambientes naturais teriam que ser degradados.


Precisa de um computador ou um celular novos? Economize para comprar um com especificações bem avançadas, pague mais caro por um produto que pode usar por mais tempo. Processadores com vários núcleos, frequências um pouco mais altas, um pouco mais de memória RAM, de armazenamento (flash ou disco), a possibilidade de aumentar essa capacidade de maneira fácil, como smartphones que aceitam cartões de memória, a capacidade de usar redes mais rápidas (4G), processadores de vídeo que aguentem com folga as suas necessidades, tudo isso vai permitir que você fique com esse aparelho por muito tempo. Pesquise em sites como o iFixIt se o aparelho permite ser reparado com facilidade, ou se foi feito com obsolescência programada, para durar um par de anos e ser trocado. Estou escrevendo este texto em outubro de 2018. Meu smartphone é um modelo de 2013 e me atende tão bem quanto qualquer modelo novo. Meu notebook é um modelo de 2012 e me atende perfeitamente para trabalho e lazer. Consigo jogar todos os jogos que quero (talvez não com todos os recursos no máximo, mas bom o bastante). Claro, tive que guardar uma quantia razoável para fazer uma boa compra, mas se eu tivesse comprado um modelo mais barato, talvez já tivesse que ter feito a troca pelo menos duas vezes. E estaria sempre insatisfeito.

Reutilizar

Quando não for possível evitar o consumo, precisamos, o quanto for possível, reutilizar as coisas. Por exemplo, fizemos bonitos lustres para a sala usando copos de requeijão. Num primeiro momento, ninguém percebe que são copos! Nem sempre é fácil e nem sempre o resultado pode ser bom o bastante, mas não custa usar a criatividade e tentar, sempre!

Reciclar

O consumo foi necessário e não há maneiras de reutilizar o produto? Nada de mandar para o lixão ou aterro sanitário. Existe um custo para isso e é necessário ocupar uma área grande e há riscos graves de contaminação do solo, ar e aquíferos! Além disso, as matérias-primas são extraídas da Natureza, que tem um limite de capacidade de fornecimento. Muitos recursos correm o risco de se esgotar. Assim, é de fundamental importância que tudo que pode ser reciclado, como metal, vidro, plástico e papel que forma boa parte do volume do nosso lixo seja enviado para a reciclagem.


Mas atenção: A RECICLAGEM É UM ÚLTIMO RECURSO. DEVE, SIM, SER USADA SEMPRE QUE POSSÍVEL, MAS ELA TEM LIMITAÇÕES. A própria Lei da Termodinâmica diz que ocorre entropia (desorganização) no processo e para lutar contra ela, é preciso gastar energia. E nem sempre é possível evitar essa entropia, na prática. Por exemplo, uma garrafa PET não volta a ser outra garrafa PET. Acaba virando bolas de tênis ou tapetes, mas a demanda de bolas de tênis e tapetes não daria conta de reciclar tantas garrafas PET que são produzidas. Assim, pense sempre em priorizar o REDUZIR e também o REUTILIZAR. Jamais deixe de RECICLAR o que for possível.


Fonte: Eco-Oca

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

A presidente da Comissão de Saúde, Bem-Estar Social e Esporte, vereadora Noemia Rocha (MDB), recebeu em seu gabinete nesta segunda-feira (06), o assessor de Comunicação Aurélio Munhoz, da Associação d