• Assessoria de Comunicação

Agosto Dourado e a importância da amamentação


Com o tema “Proteger a amamentação: uma responsabilidade de todos” a campanha destaca a importância do aleitamento materno


Neste mês, em suas redes sociais vocês devem ter visto uma série de publicações de mães contando suas experiências com a amamentação. Isso tudo, graças ao “Agosto Dourado”, que de acordo com a Sociedade Brasileira de Pediatria, é um mês dedicado à intensificação das ações de promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno.


A experiência de nutrir um ser é belíssima, mas cheia de desafios, muitas vezes regados a dor, doação e muita paciência para se aprender e ensinar, sem falar no enorme esforço que muitas precisam fazer, até os dias de hoje, para gritar para a sociedade que amamentar tem uma importância vital para a saúde de seu filho, que seu leite não fica fraco após os seis meses da criança e que ela não está passando do ponto por amamentá-lo depois dos dois primeiros anos de vida. Diante disso, ter uma rede de apoio e ações reais podem fazer uma grande diferença na vida da nutriz.


A Unicef destaca que o aleitamento protege as crianças de doenças perigosas, e, é o melhor alimento que elas podem ter assim que nascem. As mães devem ter apoio e têm o direito de amamentar seus filhos, em casa, no trabalho ou em qualquer lugar que estiverem.

Pensando em todo esse contexto, já promovemos debates como esse na Câmara Municipal de Curitiba, incluindo, a proposta de que fossem implementadas salas de apoio exclusivas para amamentação, extração e armazenamento adequado de leite materno em prédios públicos em nossa cidade, já que muitas mulheres trabalham ou visitam esses locais e não possuem um ambiente adequado que atenda suas necessidades.


Como integrante da Procuradoria da Mulher da CMC, tenho uma enorme preocupação que iniciativas efetivas sejam realizadas para o empoderamento, saúde e proteção da classe feminina, em todos os sentidos. O aleitamento é nosso direito, é real e extremamente importante para toda a sociedade.


Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) revelam que por ano cerca de seis milhões de vidas são salvas graças a amamentação exclusiva. Acredito que é inegável a importância deste tema, não é mesmo? Vamos nos unir, dar suporte e confiança para todas as mulheres e fortalecer essa rede.


Por Vereadora Noemia Rocha Fonte: Jornal Plural

6 visualizações0 comentário