• Assessoria de Comunicação

Vídeo - Noemia Rocha critica falta de diálogo da prefeitura com servidores em votação da previdência

A vereadora Noemia Rocha (MDB) foi contrária às alterações propostas no projeto do Executivo sobre o Regime Próprio de Previdência Social (RPPS) votado na sessão plenária desta segunda-feira (29), em especial, a antecipação do aumento da alíquota dos servidores públicos efetivos, que seria feita em 2023 e passa para este ano. A parlamentar fez uma crítica ao regime de urgência em que ele foi votado e ao fato do substitutivo ter sido apresentado “na calada da noite”, dificultando a análise.


“É uma lei que vai mexer com a vida dos servidores a longo prazo, precisava de uma análise criteriosa”. Ainda afirmou que os servidores deveriam ser valorizados e chamados para uma conversa antes de qualquer definição e que o projeto não deveria ter sido votado em urgência. “Não passou pelas comissões, não chamou a categoria para debater. Podia ter feito isso em janeiro”. Para ela, o ideal seria a existência de uma gestão moderna baseada no diálogo.


Outra questão levantada por ela é a suspensão dos pagamentos devidos pela prefeitura e que serão destinados para o combate do Covid-19, desta forma, o Executivo suspende suas próprias obrigações. Noemia Rocha questionou porque a prefeitura não retira recursos das propagandas ou do valor destinado a grandes empresários do transporte coletivo para complementar as ações voltadas à pandemia e aos grupos mais vulneráveis.




Posts recentes

Ver tudo
Acesso Rápido

E-mail: gabinetenoemiarocha@gmail.com
Contato: 41 9994-15007

Endereço: Barão do Rio Branco, 720. 4º andar.

         Acompanhe nosso mandato

© 2019 by Ascom Noemia Rocha.    Políticas de Privacidade