• Assessoria de Comunicação

Sesa orienta regionais sobre segunda dose para gestantes vacinadas com AstraZeneca


A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) enviou um memorando nesta terça-feira (27) para as 22 regionais de saúde do Paraná orientando para que gestantes e puérperas que receberam a primeira dose da vacina da AstraZeneca contra a Covid-19 recebam a segunda dose preferencialmente do imunizante da Pfizer e, em caso de indisponibilidade dessa vacina, da Coronavac. A orientação havia sido divulgada pelo Ministério da Saúde em nota técnica na segunda-feira (26).


A aplicação da vacina da AstraZeneca em gestantes e puérperas foi suspensa em maio no Paraná e em outros estados, após orientação do Ministério da Saúde e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que citou “eventos adversos”. Segundo a Sesa, 2.252 mulheres foram vacinadas com esse imunizante no Paraná – 1.575 gestantes e 677 puérperas.


A pasta informou que a segunda dose deverá ser administrada no período previamente determinado, respeitando o intervalo adotado para o imunizante utilizado na primeira dose, ou seja, para gestantes e puérperas que tomaram a primeira dose da AstraZeneca, a segunda dose com a Pfizer ou Coronavac deve ser aplicada após 12 semanas.


Fonte: Gazeta do Povo


2 visualizações0 comentário