• Assessoria de Comunicação

Quem foi Davi na Bíblia?

Davi foi um homem "segundo coração de Deus" (Atos dos Apóstolos 13:22). Foi também o rei mais famoso de Israel. Antes disso, Davi foi pastor de ovelhas, escudeiro, líder militar, músico e poeta. Davi escreveu muitos salmos, onde descrevia seu amor, fé, humildade e confiança em Deus. O mais conhecido deles foi o Salmo 23, no qual traduz a sua dependência de Deus, tal como uma ovelha precisa do seu pastor. Davi era da linhagem da tribo de Judá e foi um antepassado de Jesus.


Antes de ser rei

Davi era o filho mais novo de Jessé, de Belém de Judá. Ele era ruivo e tocava harpa, era bastante jovem quando cuidava das ovelhas de seu pai. Quando Deus rejeitou Saul como rei, Ele enviou o profeta Samuel para ungir Davi rei de Israel. A contrário do que o profeta viu na aparência de Saul e dos irmãos de Davi, o Senhor viu o coração de Davi.


O Senhor, contudo, disse a Samuel: "Não considere sua aparência nem sua altura, pois eu o rejeitei. O Senhor não vê como o homem: o homem vê a aparência, mas o Senhor vê o coração". 1º Samuel 16:7


Mesmo tendo sido esquecido para o jantar com o profeta Samuel, Davi foi chamado do pasto e ungido como rei de Israel. A partir daí foi cheio do Espírito Santo (1 Samuel 16:11-13).


Mais tarde, Davi foi trabalhar para o rei Saul como escudeiro e tocando harpa. Quando os filisteus atacaram Israel, Davi derrotou o gigante Golias se tornando um guerreiro famoso e popular em Israel. Saul ficou com inveja dele, porque tinha sucesso em tudo que fazia, e tentou matá-lo (1 Samuel 18:7-9). Mas Jônatas, filho de Saul, era amigo de Davi e o ajudou a fugir.


Davi se tornou fugitivo durante vários anos. Ele juntou um grupo de guerreiros e se tornou um mercenário. Davi se recusou a matar Saul, mesmo sabendo que seria rei depois dele (1 Samuel 24:6-7).


Davi, o rei

Quando Saul morreu em batalha, Davi se tornou rei da tribo de Judá. Ele reinou sobre Judá durante sete anos, até Is-Bosete, o herdeiro de Saul, morrer. Depois ele se tornou rei de todo Israel (2 Samuel 5:4-5).


Davi teve várias guerras e muitas vitórias durante seu reinado. Ele consolidou o poder de Israel e tornou Jerusalém a sua capital. Davi trouxe a Arca da Aliança para Jerusalém e fez os preparativos para seu filho Salomão construir o templo dedicado ao Senhor.


As 3 grandes falhas de Davi

Davi foi um grande homem de valor e caráter, desde a sua mocidade. Poderíamos ter uma enorme lista com todos os seus bons feitos.


Como por exemplo:

- Davi confiou no Senhor de todo coração, quando enfrentou o gigante Golias

- não matou o seu perseguidor, o rei Saul

- guerreou e livrou o povo de Deus dos seus perseguidores filisteus, moabitas, siros, edomitas...

- foi bondoso com o único descendente vivo de Saul (2 Samuel 9:1-13)

- adorava a Deus com hinos, poemas, orações e ações de graça (1 Crônicas 16:7-36)

etc...


Porém, como todos nós, Davi também cometeu muitos pecados. A diferença é que ele se arrependia verdadeiramente com humildade.


Dentre as falhas de Davi, podemos destacar os 3 piores pecados:

- adultério com Bate-Seba (2 Samuel 11:1-5)

- artimanha e assassinato de Urias (2 Samuel 11:6-25)

- levantamento do censo do povo (2 Samuel 24:1-25)


Deus não se agradou dos erros de Davi, nem o poupou quando agiu mal. Por todos esses erros, Davi sofreu as consequências pelos seus pecados. Mas buscou a Deus arrependido. Ele sabia que sua salvação dependia totalmente de Deus (Salmos 51:12-13).


A Bíblia não aprova as falhas de Davi. Pelo contrário, registra os seus bons e maus momentos, para que possamos compreender que somente Jesus Cristo é totalmente perfeito. Ele sim, é o maior exemplo para todos nós. Davi profetizou sobre o Cristo (Salmos 22) apontando para o verdadeiro Rei e Seu reino eterno.


A família de Davi

Davi teve várias esposas e concubinas. Apesar disso, como vimo acima, ele cometeu adultério com Bate-Seba, a esposa de Urias. Ela engravidou e Davi conspirou para que Urias morresse na guerra, para poder ficar com ela. Mas Deus castigou Davi por seu pecado e a criança morreu (2 Samuel 12:13-14). Davi se arrependeu dos seus graves pecados, mas depois disso teve sérias consequências: inúmeros problemas com sua família.


Davi governava bem seu país mas não à sua família. Alguns de seus filhos eram rebeldes e violentos. Eles causaram muitos problemas a Davi, inclusive tentando usurpar o seu trono. Por isso, três de seus filhos foram mortos.

Depois da morte de Davi, seu filho Salomão foi seu sucessor no trono de Israel.


Por que Davi era chamado "um homem segundo o coração de Deus"?

Davi não era um homem perfeito mas ele amava a Deus. Davi fazia o seu melhor para obedecer ao Senhor de coração.


Veja alguns motivos pelos quais Davi foi considerado um homem que agradou ao Senhor:

- Quando pecava, confessava os seus pecados (Salmos 32:5)

- Davi reconhecia os seus erros e se arrependia de verdade (Salmos 51:1-4).

- Ele não era arrogante, sabia que era pecador e que precisava de Deus (Salmos 51:6-7).

- Mantinha em consideração a Palavra de Deus para obedecê-la (Salmos 56:4)

- Consultava ao Senhor antes de tomar uma decisão (1 Crônicas 14:10-17)

- Confiava em Deus de todo coração (Salmos 31:14)

- Dependia totalmente do Senhor (Salmos 23:1-3)

- Desejava ter um coração puro e espírito reto diante de Deus (Salmos 51:10)

- Amava a Deus (Salmos 18:1)

- Tinha Deus como a sua esperança (Salmos 39:7)

- Desejava a presença de Deus (Salmos 27:4)

- Não queria perder o Espírito Santo (Salmos 51:11)

- Queria aprender com Deus (Salmos 27:11)


Assim como Davi, podemos aprender a amar, adorar e servir a Deus de todo coração, apesar dos nossos erros.


Fonte: Resposta Bíblicas

Acesso Rápido

E-mail: gabinetenoemiarocha@gmail.com
Contato: 41 9994-15007

Endereço: Barão do Rio Branco, 720. 4º andar.

         Acompanhe nosso mandato

© 2019 by Ascom Noemia Rocha.    Políticas de Privacidade