• Assessoria de Comunicação

Passo a passo de encadernação manual, simples e divertida

A encadernação manual é uma arte antiga e milenar. No entanto, hoje em dia, a tecnologia toma conta da produção em grande escala de livros e cadernos. Por sorte, a tendência pelo DIY na encadernação tem crescido! Ou seja, o Do It Yourself (em bom português: faça você mesmo) resgata o feito à mão, o trabalho do artesão e pequenos produtores, além do gosto pelas tarefas manuais. Assim, temos revivido o verdadeiro valor dos cadernos costurados à mão!

O que é encadernação manual

A encadernação manual, como o nome já sugere, é aquela que não faz uso de máquinas de encadernar. Em outras palavras, é a arte de costurar folhas soltas produzindo uma encadernação artesanal, feita com linhas ou cordões e agulha. Assim, existem diferentes tipos de encadernação, como brochura, bradel, belga, japonesa, entre outras. Além do clássico caderno para anotações de ideias que as pessoas criativas sempre têm consigo, existem muitos usos populares para os cadernos artesanais, como álbuns de fotografia, portifólio, agendas e livros de receitas.

Passo a passo da encadernação artesanal

Se você sempre teve interesse em aprender a encadernação manual, neste passo a passo você vai ver como é simples fazer um caderno! Acompanhe nas fotos abaixo essa costura básica.


O custo para fazer esse caderno é de cerca de R$ 9 e o preço de venda gira em torno de R$ 25. É claro que isso pode variar de acordo com o valor agregado que você oferece nas suas peças, bem como o seu público-alvo. Para que você possa lucrar ainda mais, preze por um acabamento impecável e saiba usar as redes sociais a seu favor na divulgação!


Quais são os materiais necessários para encadernar?


Para fazer essa técnica de encadernação manual, você vai precisar de: papel cartão, papel scrap, um pincel ou rolo de pintura, régua, superbonder, cola branca, um elástico, linha encerada, papel pólen, estilete, mesa de corte, base de PVC e um agulhão ou ferramenta auxiliar.

Lista de materiais

  • Mesa de corte ou mesa de vidro

  • Estilete

  • Agulhão

  • Linha encerada

  • Base de PVC ou leito para cadernos

  • Pincel ou rolo de pintura pequeno

  • Cola branca

  • Superbonder

  • Elástico

  • Régua

  • Papel scrap e papel cartão

1. Defina o tamanho que o seu caderno vai ter


Na encadernação manual, você pode escolher o tamanho do seu caderno. Se você usar folhas tamanho A4, seu caderno vai ter um tamanho final A5. Ou seja, o tamanho final dele vai ser a metade, uma vez que o A5 é a metade de um A4. Por exemplo, se usar folhas A5, seu caderno final fechado terá um tamanho A6, que é o tamanho de um Moleskine clássico. No caso do exemplo, o caderno rosa tem o tamanho final de A6 fechado, ou seja 105mm x 148mm.


2. Posicione e cole a capa


Agora, é só colar sua capa no papel cartão, para dar mais estabilidade e firmeza. Em seguida, refile a capa junto com o papel cartão. Para isso, neste ponto, sua capa deve ser um pouco maior do que a medida de um A5, para que você possa refilar os cantos do caderno e deixar tudo igual quando terminar a costura.


Se você não tem uma espátula, utilizada na encadernação manual, para eliminar bolhas e alisar bem os papéis, use a parte suave de uma régua, como feito na foto acima.

Uma segunda dica legal é limpar bem a espátula ou régua quando você estiver alisando para não manchar a capa do seu caderno com cola. Em seguida, deixe sua capa secando bem. Ou, se quiser, aproveite e faça várias ao mesmo tempo e deixe-as secando, antes de passar ao próximo passo.

3. Preparando o miolo na encadernação manual

Com sua capa seca e refilada, pegue 20 folhas tamanho A5 e alinhe todas bem no meio. Em seguida, centralize todas as folhas e dobre o miolo junto com a capa. Procure alinhar na base também, para ter certeza de que tudo está reto . Afinal, o acabamento é essencial, lembra? Quando estiver bem dobrado, usando a régua ou um gabarito, defina a distância de cada um dos furos para a costura. Aqui no exemplo, você pode ver que tem um furo a cada centímetro.


Primeiro passo para fazer o miolo do caderno


Para furar bem ao meio, sem que as folhas se mexam, existe um truque: segure seu caderno em posição de 90º sobre sua base de PVC e fure com o agulhão a 45º. Mas, se quiser fazer uma produção maior, considere comprar um berço de encadernação artesanal. Eles são feitos para facilitar esse processo sem entortar seus furos e para fazer uma medida perfeita. No entanto, uma outra alternativa é cortar todos os cadernos ao mesmo tempo com o estilete, como mostra a encadernadora Luisa Gomes nos seus cursos.


Agora, prepare sua linha: ela deve ser cinco vezes o comprimento da lombada do seu caderno. Passe-a na agulha, mas não faça um nó.


4. Começando a costurar: a importância do primeiro nó

Insira sua linha pelo lado de dentro do caderno.

Em seguida, puxe a linha até que fique somente um pedaço pequeno, ao redor de 10 cm e uma linha simples, não precisa ser dupla.

Agora, volte com a agulha pelo mesmo primeiro furo. Devagar, não puxe completamente.

Você vai obter uma orelhinha como a do exemplo. Atenção, essa “orelhinha” deve permanecer assim até o próximo passo.

Com a agulha de volta no lado de dentro, vamos para o segundo furo do caderno. Cuidado para não puxar muito.

Agora, com a agulha do lado de fora do caderno, vamos passá-la pela orelhinha que ficou no primeiro furo.

Puxe o fio de 10 cm que deixamos no começo, fazendo assim o primeiro nó. Tente puxar dos dois lados para que o fio de 10 cm não aumente e que o nó fique bem firme.

5. Siga o passo a passo para a costura de todo o caderno

Então, voltamos a agulha para o lado de fora. Ela deve entrar pelo segundo furo do caderno.

Atenção: do lado de dentro, sempre passar a agulha num furo novo.

E do lado de fora, a agulha passa entre o caderno e a linha do ponto anterior, e volta pelo furo que veio.

Siga assim até o último furo.

Aqui você vai normalmente até o último, e do outro lado faremos o último nó.

Agora, pesque a linha do último ponto e volte a entrar pelo último furo.

E do lado de dentro do caderno faça um nó normal, passando a agulha embaixo da linha do último ponto.

Passe a agulha na orelhinha, puxando forte, para fazer um nó.

E pronto! terminamos a costura! Por fim, se preferir, é só reforçar fazendo mais um nó, e cortando o excesso de linha.

6. Colando o elástico

Colocar o elástico é bastante simples, escolha uma cor que combine com sua capa e vamos lá!

Comece dando a volta no seu caderno com o elástico, sem esticá-lo, e corte com um bom excesso. Veja as imagens abaixo para calcular o tamanho da sobra.

Então, escolha a face que será o verso do seu caderno. Pois, nela, faremos um pequeno corte para passar o elástico.

Comece fazendo uma linha curta, a 2 cm da borda do caderno com muito cuidado para não fazer maior do que a largura do elástico.

Feito o corte, aumente-o com a ajuda do agulhão e empurre as duas pontas do elástico até que passem para o outro lado.

Se conseguir deixar bem apertado melhor, isso faz com que o elástico fique mais firme.

Agora, vamos medir a tensão. Feche o caderno e segurando o elástico no verso, aperte ou solte o mesmo até que ele segure o caderno fechado, mas não esteja muito apertado. Se ficar muito apertado, pode entortar o caderno.

Quando a elasticidade estiver certa, vamos colar o elástico.

Com a cola superbonder, vamos reforçar. Dessa forma, sabemos que o elástico vai funcionar muito tempo perfeitamente!

Use na base do corte, assim vamos evitar que o elástico ande enquanto está secando o resto da cola.

Agora é só colar cada ponta para cada lado. Depois, vamos tampar o elástico para garantir um acabamento perfeito.

7. Capriche no acabamento!

Você pode escolher o papel que quiser, e abusar da combinação de cores e estampas. Solte a criatividade e valorize ainda mais a sua encadernação.

Vamos cortar um pedaço fino, na altura do caderno. Esse pedaço vai segurar o elástico e cobrir a parte de dentro, deixando um acabamento mais bonito.

Passe a cola em toda a superfície, com o cuidado de espalhar bem e alcançar as beiradinhas.

Tome cuidado para posicionar certinho sobre a borda do caderno. Mas, não se preocupe se não ficar perfeito, pois a gente ainda vai refilar o caderno.

Aperte e cole bem! Este pedaço tem que segurar o elástico então precisa estar bem firme.




Fonte: Blog Eduk

8 visualizações0 comentário