• Assessoria de Comunicação

O jovem cristão, a faculdade e a fé




Em entrevista à MC, Douglas Gonçalves, autor de JesusCopy, compartilha orientações para quem enfrenta hostilidade no ambiente universitário


O início da vida acadêmica pode ser especialmente preocupante para o jovem cristão. Não raras vezes, professores se posicionam de maneira ofensiva em relação à fé bíblica, gerando constrangimento. Naturalmente, nem todas as pessoas têm a mesma cosmovisão, mas seria bom se todos demonstrassem respeito uns com os outros e abrissem espaço para o diálogo, situação que nem sempre acontece. Docentes que criam um ambiente hostil em suas salas de aula erram ao não proporcionar um espaço em que há troca e liberdade de expressão.


Para falar sobre o assunto, conversamos com Douglas Gonçalves, pastor, psicólogo, referência na liderança de jovens e autor de JesusCopy: A revolução das cópias de Jesus. Na obra, Douglas convida os cristãos ao compromisso real e revolucionário de ser como Cristo é em tudo o que pensam, dizem, fazem e deixam de fazer. Profundamente desafiador, o livro é indicado tanto para os novos convertidos como para os cristãos que já possuem bastante tempo na caminhada espiritual e desejam encontrar direção e novo fôlego para a vida de fé.


Fé inteligente e respeito ao próximo


“O diferencial do cristão é o seu respeito ao próximo. Ele não maltrata, mas expõe suas convicções de forma inteligente”, diz Douglas. Para ele, é justamente o amor cristão que abre portas para que outros queiram conhecer Jesus. “As pessoas procuram por coerência. Dessa forma, o jovem cristão precisa demonstrar em atos aquilo em que acredita. Um cristão que vive genuinamente a Palavra de Deus certamente despertará a curiosidade de seus companheiros de classe. Afinal, é muito bom estar perto de um cristão que é generoso, perdoador, fiel e educado. A pessoa que está satisfeita com sua fé e a vive plenamente transmite o seu sentimento e contagia as pessoas ao redor”.

Conforme aponta, muitos cristãos enfrentam dificuldades para dar respostas adequadas a argumentos contrários à Bíblia porque não conhecem a lógica do evangelho. Assim, por não terem uma base forte para suas convicções, carecem de repertório suficiente e passam aperto diante de críticas e posturas antagônicas. Dessa forma, é primordial que o cristão passe tempo em estudo e meditação na Palavra.

Ao falar dos erros que devem ser evitados frente à oposição, o autor chama a atenção para os debates puramente emocionais e improdutivos, que são pautados pela disputa e não pela edificação do próximo. “Devemos debater em amor, não para ganhar uma competição, mas visando ao bem de quem nos escuta”, afirma.


“Ouse tomar uma atitude extraordinária: pegue sua Bíblia, sente-se em um canto silencioso e leia as palavras de Jesus e seus apóstolos. Depois feche-a, levante-se e vá fazer o que ela manda”.

Douglas Gonçalves, em JesusCopy


Por último, Douglas deixa uma mensagem ao leitor acerca de como deve encarar o ambiente universitário: “Aproveite essa oportunidade! A universidade é um campo fértil que está precisando de trabalhadores. Somos a única Bíblia que muitas pessoas lerão. Por isso, seja exemplo por onde for e recrie a imagem que elas têm acerca dos cristãos. Que sua vida seja uma verdadeira mensagem acerca do poder de Deus. E que, ao interagir com seus amigos e professores, eles possam ver Jesus estampado em você!”


Fonte: Mundo Cristão

3 visualizações0 comentário
Acesso Rápido

E-mail: gabinetenoemiarocha@gmail.com
Contato: 41 9994-15007

Endereço: Barão do Rio Branco, 720. 4º andar.

         Acompanhe nosso mandato

© 2019 by Ascom Noemia Rocha.    Políticas de Privacidade