• Assessoria de Comunicação

Instituto Presbiteriano Mackenzie recebe declaração de utilidade pública por prefeitura de Curitiba


O Instituto Presbiteriano Mackenzie (IPM), mantenedor do Hospital Universitário Evangélico Mackenzie (HUEM) e da Faculdade Evangélica Mackenzie do Paraná (FEMPAR), foi declarado como instituição de utilidade pública municipal pela cidade de Curitiba. O projeto de lei foi aprovado pela Câmara Municipal da cidade e recebeu a sanção do prefeito Rafael Greca, nesta quarta-feira, 21 de julho, evento que contou com a participação de membros da Diretoria Executiva do IPM, que receberam o certificado da declaração.


O presidente da Diretoria Executiva do IPM, Milton Flávio Moura, agradeceu a parceria com Curitiba e salientou o compromisso do Mackenzie com a cidade. “Assumimos o Hospital para dar continuidade à sua história e nesta nova gestão não será diferente. Existe muita coisa planejada para implantarmos aqui, para qualificar ainda mais o atendimento à sociedade curitibana e paranaense”, afirmou.


O diretor-geral do HUEM, Dr. Rogério Kampa, destacou a relevância do título. “Uma conquista muito importante para o nosso hospital seguir ampliando e qualificando a capacidade de atendimento. Com o título de utilidade pública abrem-se possibilidades de convênios com o poder público e desta forma continuar melhorando a estrutura da instituição. Toda a população do estado tem a ganhar com esta iniciativa”, disse Kampa.


Participaram da cerimônia o presidente do Conselho de Curadores do IPM, reverendo Juarez Marcondes Filho; o diretor de Saúde do IPM, Luiz Roberto Martins Rocha; o procurador do HUEM, João Pedro Fruet Bettini Ribas Lupion; o secretário do Governo Municipal e presidente do Ippuc, Luiz Fernando Jamur; o presidente da Cohab, José Lupion Neto; e o vereador Pier Petruzzielo.


Projeto


De iniciativa conjunta dos vereadores Noemia Rocha e Pier Petruzziello, a matéria foi protocolada no Legislativo em março e encerrou sua tramitação pelas comissões permanentes da Casa no dia 18 de junho, quando recebeu o parecer favorável da Comissão de Saúde, Bem-Estar Social e Esporte.


Os vereadores foram unânimes ao aprovar a declaração de utilidade pública municipal. A proposta de lei recebeu apoio de diversos parlamentares em plenário, que ressaltaram a importância da instituição para o Sistema Único de Saúde (SUS) da capital do Paraná.


Voluntária no HUEM há mais de 20 anos, a vereadora Noemia Rocha, grande artífice do projeto, lembrou ao plenário da Câmara que o hospital é uma referência no Brasil no tratamento de queimados e que “sempre foi parceiro do município, uma parceria que se acentuou ainda mais na pandemia. Presta assistência integral à saúde, além de desenvolver ensino e pesquisa”, ressaltou a vereadora.


Fonte: Hospital Evangélico Mackenzie

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo