• Assessoria de Comunicação

IMC: o que é, como calcular e tabela de resultados



IMC é a sigla para Índice de Massa Corporal,que é um cálculo que serve para avaliar se a pessoa está dentro do seu peso ideal em relação à altura. Assim, de acordo com o valor do resultado de IMC, a pessoa pode saber se está dentro do peso ideal, acima ou abaixo do peso desejado.

Estar dentro do peso certo é importante porque estar acima ou abaixo desse peso pode influenciar bastante a saúde, aumentando o risco de doenças como desnutrição quando se está abaixo do peso, e AVC ou infarto, quando se está acima do peso. Assim, é comum os médicos, enfermeiros e nutricionistas avaliem o IMC da pessoa nas consultas de rotina para verificar a possibilidade de doenças que a pessoa pode estar pre-disposta.

Como calcular o IMC

O cálculo do IMC deve ser feito usando a seguinte fórmula matemática: Peso ÷ (altura x altura).

Essa fórmula é ideal para calcular o peso de adultos saudáveis. Além disso, também pode ser usado o cálculo da relação cintura-quadril para avaliar o risco de ter doenças cardiovasculares, como diabetes e infarto.

Tabela de resultados do IMC

Cada resultado do IMC deve ser avaliado por um profissional de saúde. No entanto, a tabela a seguir indica os possíveis resultados do IMC, de acordo com a Organização Mundial da Saúde, sendo que o IMC entre 18,5 a 24,9 representa o peso ideal e o menor risco de algumas doenças.

Quem não estiver dentro do peso ideal deve adequar a alimentação e fazer exercícios para conseguir atingir o peso mais indicado para sua altura e idade.


Quando se está abaixo do peso ideal deve-se aumentar o consumo de alimentos ricos em nutrientes para que o corpo tenha o necessário para se proteger de doenças. Já quem está acima do peso ideal deve consumir menos calorias e fazer algum tipo de atividade física para eliminar os estoques de gordura, que aumenta o risco de doenças cardíacas.












Como melhorar o resultado do IMC

Quando o resultado do IMC não é o ideal, existem alguns cuidados, principalmente com a alimentação, que podem ajudar a atingir o valor ideal:

1. O que fazer para baixar o IMC

Se o resultado do IMC estiver acima do ideal e a pessoa não for muito musculosa, nem atleta, pode indicar que é preciso emagrecer, eliminando o acúmulo de gordura, que contribui para o peso alto. Para isso deve-se comer somente alimentos ricos em vitaminas e minerais, tendo o cuidado de diminuir o consumo de alimentos industrializados e ricos em gordura, como massa folheada, bolos, biscoitos recheados e salgadinhos, por exemplo.

Para que os resultados sejam alcançados ainda mais rápido é aconselhado fazer exercícios para aumentar o gasto calórico e aumentar o metabolismo. Recorrer a chás e suplementos naturais pode ser um estímulo para ajudar a emagrecer de forma mais rápida e saudável, sem ter que passar fome. Alguns exemplos são o chá de hibisco ou o chá de gengibre com canela, mas um nutricionista poderá indicar outros que sejam mais adequados às necessidades de cada pessoa

2. O que fazer para aumentar o IMC

Se o resultado do IMC estiver abaixo do ideal, o que se deve fazer é aumentar a ingestão de alimentos ricos em vitaminas e minerais de boa qualidade, mas sem cair no erro de comer alimentos processados e ricos em gordura trans. Pizzas, frituras, cachorro quente e hambúrguer não são os melhores alimentos para quem precisa aumentar o peso de forma saudável, porque este tipo de gordura pode se acumular no interior das artérias, aumentando o risco de doença cardíaca.

Quando não calcular o IMC

Apesar do IMC ser muito utilizado para verificar se o indivíduo está acima do peso ou não, este método possui algumas falhas e, por isso, recomenda-se que além dele, utilize outros meios de diagnóstico para verificar se o indivíduo está realmente acima ou abaixo do peso ideal, como a medição da prega de gordura, por exemplo.

Assim, o IMC não é o parâmetro ideal para se avaliar o peso ideal em:

  • Atletas e pessoas muito musculosas: porque não leva em consideração o peso dos músculos. Nesse caso a medida do pescoço é uma melhor opção.

  • Idosos: porque não leva em consideração a redução natural dos músculos nessas idades;

  • Durante a gravidez: porque não leva em consideração o crescimento do bebê.

Além disso ele é contraindicado em caso de desnutrição, ascite, edemas e em pacientes acamados.

Um nutricionista poderá pessoalmente fazer todos os cálculos necessários para avaliar seu peso e o quanto precisa engordar ou emagrecer, levando em consideração o estado de saúde geral.

Porque é importante estar dentro do peso ideal

É importante estar dentro do peso ideal porque o peso certo está intimamente ligado ao estado de saúde da pessoa.

Ter um pequeno acumulo de gordura no corpo é importante para que hajam reservas de energia para quando a pessoa ficar doente ter tempo para se recuperar. No entanto, o excesso de gordura se acumula no fígado, na cintura e também dentro das artérias dificultando a passagem do sangue, e isso aumenta o risco de doenças cardíacas.

Por isso, estar dentro do peso ideal é importante para aumentar a saúde, prevenindo doenças cardiovasculares e aumentar a qualidade de vida. Assim, quem está abaixo do peso deve aumentar o volume muscular para aumentar de peso de forma saudável e quem está acima do peso, deve queimar gordura para ganhar saúde.


67 visualizações0 comentário