• Assessoria de Comunicação

Higienizando o seu gatinho


Higienizar o seu gatinho é uma boa maneira de manter sua saúde saudável e fortalecer o vínculo entre vocês.

-


Higienizando o seu gatinho


A higienização do seu gatinho não é apenas fazer com que o seu felino fique bonito: remove os pelos mortos, mantém o pelo e a pele saudáveis, ajuda a construir um relacionamento mais próximo e lhe dá a oportunidade de verificar sua saúde geral.

A higienização é importante no momento de cuidar de gatinhos, mas graças a sua pelagem curta e macia, é muito mais rápida em comparação com os adultos. Se você conseguir fazer que seu gatinho se acostume a higienização regularmente, a vida será muito mais fácil para vocês dois no futuro. A boa notícia é que a maioria dos gatos leva em consideração o cuidado amável, eles adoram ser higienizados e, assim que vêem um pente ou escova na mão, eles sempre correm para os mimos.


-


Escovando o seu gatinho


Pelagem curta versus pelagem longa

O rigor e a frequência com que você penteia o seu gatinho normalmente variam dependendo do tipo de pelagem. Para um gato de pelo curto, normalmente, é necessária apenas uma escovada durante semana, enquanto uma raça de pelo longo requer cuidados diários com as ferramentas certas - peça conselhos a um criador ou cabeleireiro felino sobre os tipos específicos de pelagem.

Raças de pelo longo precisam de mais cuidado e a escovação dura mais tempo, então você provavelmente vai querer escovar seu gato em uma superfície ou mesa antiderrapante; assim, os dois serão mais confortáveis durante o processo.

Quando eles ainda são gatinhos, incentivá-los a aproveitar a experiência de escovação. Leve-os para a mesa onde você quer escová-los quando sejam adultos, elogie-os e dê-lhes um ou dois petiscos. Logo eles associarão este lugar com a escovação e a serem recompensados.


-


Como escovar o seu gatinho


Coloque o gatinho no colo e ofereça a escova para que cheire. Assim que eles perceberem que é seguro, muitos gatos esfregarão suas carinhas nela.


Comece a escovar com cuidado. Comece com as costas e passe pelas laterais do corpo.

Não economize elogios a seu gato e fale com um tom de voz suave e reconfortante.


A cada poucos minutos, troque a escovação por carícias, como parte da sua rotina de mimos. Você pode oferecer um petisco como recompensa extra.


Repita isso várias vezes ao dia, aumentando gradualmente a duração do tempo de escovação.

Quando seu gato estiver familiarizado e confortável, você pode começar a escovar sua barriga, cauda, orelhas e outras áreas sensíveis.


Seja muito gentil e mantenha as primeiras sessões de cuidados do seu gato por um curto período. Não há pressa, o mais importante é que se sintam relaxados. Se detectar quaisquer sinais de aborrecimento ou agitação, afaste-se das áreas mais sensíveis e escove as costas novamente.


Ao mesmo tempo, quando seu gato estiver relaxado e aproveitando a experiência, aproveite a oportunidade para fazer uma rápida revisão de saúde. Algumas coisas que você pode fazer como parte de revisão "caseira" são:


Toque suas patas e examine delicadamente suas unhas e dedos. No começo, comece com uma unha para se acostumar com a experiência, elogie-o muito e dê a ele um petisco como recompensa. Nas seguintes sessões de escovação, você pode experimentar examinar duas unhas e assim por diante, desenvolvendo gradualmente suas habilidades de pedicure até que os dois estejam completamente à vontade.


Se o seu animal de estimação ainda ronrona de felicidade no final da sessão de escovação, aproveite a oportunidade para olhar cuidadosamente dentro das orelhas e abrir suavemente a boca para verificar a gengiva e os dentes.


Sempre termine uma sessão de escovação com muitos mimos e carícias. Afinal, ele merece!


-


Cortando as unhas do seu gatinho


Quando seu gato sobe em uma árvore ou usa o arranhador, ele pode perder a camada externa de uma de suas unhas, mas não se preocupe, é normal! Arranhar é normal na vida de um gato; suas unhas têm várias camadas, de modo que, se você remover a camada externa, haverá uma unha nova e afiada por baixo (às vezes você encontrará os envoltórios externos próximos às suas zonas favoritas). Se você tem um gato ativo e saudável que gosta de estar ao ar livre, é improvável que você precise cortar suas unhas. Por outro lado, gatos que estão em casa ou gatos mais velhos podem precisar de uma higienização de vez em quando e você terá que cortar as unhas do seu gato ou gatinho como parte essencial de seus cuidados habituais.

Como cortar as unhas do seu gatinho

Acostume o seu gatinho ao fato de ter que cortar as unhas desde cedo. Uma boa maneira de começar é fingir que você corta uma unha, aplicando uma ligeira pressão nos dedos do seu gato para expor a unha, e logo o elogie ou ofereça uma recompensa.


Se você vai cortar as unhas do seu gato ou gatinho, é muito importante que você saiba como fazê-lo corretamente. A última coisa que você gostaria de fazer é machucar ou fazer sangrar o seu gatinho cortando carne ou uma parte sensível da unha. Seu veterinário terá prazer em lhe dar uma demonstração e checar sua técnica, ou se você preferir não fazê-lo você mesmo, ele pode fazer isso por você.

Revise as unhas do seu gato uma vez por semana, incluindo a unha do "dedão do pé" ou esporão - que está no lado de dentro da pata, logo abaixo do “pulso”. Em raras ocasiões, essa unha tem contato com o solo, por isso tende a crescer demais - especialmente em gatos com idade adulta 7+.


Ao verificar as unhas do seu gato, verifique as “borrachinhas” das patas e entre os dedos para se certificar de que tudo está em perfeitas condições e absolutamente limpo.


Nos gatos, assim como com os seres humanos, unhas dos pés podem ficar encravadas. Se você suspeitar que está crescendo uma unha dentro das suas “borrachinhas”, entre em contato com seu veterinário, que provavelmente ele precisará de atenção médica.

-


Revisões semanais extra de cuidados de gatinhos e gatos


Assim como cuidar da pelagem e de suas unhas, existem algumas verificações adicionais que você pode fazer para garantir que seu gatinho esteja em perfeitas condições.

Verifique se as orelhas do seu gato estão limpas e cheiram bem. Se elas estiverem sujas, cheiram mal, ficam vermelhas, irritadas, ou se seu gato não para de sacudir a cabeça, entre em contato com seu veterinário. Ácaros nos ouvidos são um problema comum, especialmente em gatos jovens.


Passe as mãos por todo o corpo do seu gato. Procure por qualquer arranhão, colisão, golpe ou grânulo que pareça incomodá-lo. Se você está preocupado com alguma coisa, entre em contato com seu veterinário.


Verifique os olhos, o nariz e entre em contato com seu veterinário se notar qualquer corrimento ou vermelhidão.


Dê uma olhada abaixo da cauda do seu gato. Seu bumbum deve estar limpo. Se estiver sujo ou houver sinais de vermes ou inflamação, visite seu veterinário.


Finalmente, passe a mão na direção contraria ao pelo, para arrepiá-lo. Verifique as raízes do pelo e a pele para detectar parasitas ou excrementos de pulgas (manchas negras ou grânulos). Você pode evitar uma praga com verificações periódicas de pulgas, mas, se for tarde demais, seu veterinário irá aconselhá-lo sobre qual tratamento seguir.

-


Dando banho no seu gato ou gatinho


A maioria dos gatos passa a vida sem tomar banho, mas às vezes um rápido mergulho é inevitável. É possível que precise de um shampoo especial para cuidar ou evitar problemas de pele, para desembaraçar o pelo,  depois de um problema no estômago ou como parte da limpeza depois de se sujar enquanto explorava ao ar livre.

Apesar da crença popular, alguns gatos adoram banhos, especialmente se aproveitaram de banhos quentinhos de vez em quando desde pequenos. Se o seu gatinho complica as coisas quando se trata de tomar banho, um cabeleireiro felino estará encantado de fazer isso por você. No entanto, se você quiser fazer isso sozinho, siga estas dicas para um banho sem preocupações.

Tenha cuidado com a temperatura da água. Se estiver muito quente, você queimará seu gato e, se estiver muito fria, fará com que ele se sinta incomodado ou até mesmo que fique doente.


Trate seu gato com cuidado durante o banho para que ele se sinta confortável, tranquilize-o e ame-o muito. Petiscos podem ser úteis e será muito mais fácil se houver uma segunda pessoa que possa ajudá-lo, especialmente se ele tentar escapar!


Esteja ciente dos sinais que o seu gato emite quando está estressado. Os gatos podem achar o banho assustador, por isso tome cuidado para não ser mordido ou arranhado. Se você está preocupado, fale com um cabeleireiro especialista em felinos.


Certifique-se de que o shampoo que você usa é especificamente para gatos e verifique se você tem que parar de usar por um tempo (isso pode ser o caso de um shampoo medicinal). Tenha cuidado para evitar que o shampoo entre em contato com áreas delicadas, como olhos ou ouvidos.


Se o seu gato não estiver feliz durante o banho, tente lavar apenas as partes que realmente precisam para reduzir o tempo de banho.


Enxágue bem o seu gato para remover todos os resíduos de shampoo.


Em seguida, seque-o com uma toalha quente e mantenha-o aquecido até secar. Evite o secador de cabelo, a menos que seu gato tenha se acostumado a ele desde cedo, pois pode assustá-lo.


Se você tem mais de um gato, a hora do banho pode acabar em uma briga, especialmente se eles estão estressados. Separe seus gatos depois do banho até que eles se acalmem e, em seguida, seque-os com a mesma toalha para distribuir seus cheiros.


Dar banho em um gato pode ser difícil, por isso, se é complicado para você, tente procurar um cabeleireiro felino que terá o prazer de manter seu gato em perfeitas condições.


Fonte: Purina

0 visualização
Acesso Rápido

E-mail: gabinetenoemiarocha@gmail.com
Contato: 41 9994-15007

Endereço: Barão do Rio Branco, 720. 4º andar.

         Acompanhe nosso mandato

© 2019 by Ascom Noemia Rocha.    Políticas de Privacidade