• Assessoria de Comunicação

Família: presente de Deus

Atualizado: Fev 19



A família é a base, o esteio, o sustento de uma sociedade mais justa. Ao longo da história da humanidade assistimos à destruição de nações grandiosas por causa da dissolução dos costumes e pela desvalorização da família.


O nosso mundo de hoje, depois que ficou liberado o divórcio indiscriminadamente, a família ficou ameaçada em sua estrutura e é por isto que vemos, através dos meios de comunicação e até na comunidade em que vivemos, cenas terríveis. Filhos drogados matam ou mandam matar os pais; pais matam filhos por motivos fúteis; mães se desfazem de seus bebês, quando não cometem o crime hediondo do aborto no qual a criança não tem como se defender. Há problemas seríssimos.


Quando os pais se separam, alguma coisa se parte no íntimo dos filhos. Eles não sabem se é melhor ficar com o pai ou com a mãe. No fundo, eles gostariam de ficar com os dois, em paz e harmonia. Quando a família decai, a sociedade fracassa. Precisamos compreender e nos lembrar sempre de que Deus nos deu uma família a fim de que nós pudéssemos aprender a amar os nossos semelhantes.


Atualmente, acompanhamos um rápido desenvolvimento tecnológico que tem seus pontos benéficos. Melhorou a vida das pessoas, mas facilitou de tal modo que a humanidade ficou mal acostumada. Só quer o que é fácil. Não se interessa pelo que exige esforço, luta. No entanto, o que conquistamos com esforço tem um sabor muito melhor. Parece que nos esquecemos do sabor das vitórias.


Na passagem das bodas de Caná, Jesus transformou a água em vinho, em bom vinho. Ele poderia ter tirado o vinho do nada, mas Ele quis a participação humana. Por isso mandou que enchessem as talhas de água. Hoje também, Deus quer que nós enchamos a talha de nossa vida, a nossa existência, de água que Ele transformará no melhor vinho. O que isso quer dizer? Quer dizer que precisamos colocar amor em nossa vida, em nossa família, para que Deus transforme esse amor humano em amor divino, o mesmo amor que une as pessoas da Santíssima Trindade e que é tão grande e tão repleto de felicidade, que extravasa, explode e quer ser espalhado entre nós. E é por meio desse amor divino que encontraremos a plenitude da felicidade.


Não é fácil cultivar o amor todos os dias, mas as tarefas difíceis, quando conquistadas tem um valor inestimável. Temos prova disso. Em uma competição esportiva, por exemplo, o vencedor fica mais satisfeito quando enfrenta adversários mais difíceis. Viver em família, viver em união dentro da família requer esforço, renúncia, perdão e isso nem sempre é fácil, mas fácil nem sempre é sinônimo de bom. Talvez seja até o contrário. A família precisa de amor para ser bem estruturada. A sociedade precisa das famílias para vivenciar a justiça e a paz, porque a sociedade é uma família ampliada.


Falta o vinho para as nossas famílias. Esse vinho é o amor. É preciso que cada membro da família se esforce. Que os pais assumam verdadeiramente o seu papel. Apesar de ser bem árdua a tarefa dos pais no mundo de hoje não se pode desanimar. É necessária e urgente a ação dos pais. O jovem é, por natureza, rebelde; quer ser independente. Desperta para o mundo e seus problemas e questiona tudo. Mas os pais precisam participar de sua vida, de uma maneira ou de outra, porque, mesmo errando, algumas vezes, ainda assim, os pais devem ter capacidade de orientar e ajudar os filhos.


Não podemos deixar tudo por conta dos companheiros, da escola, da sociedade ou de sua própria solidão. Os pais devem fazer o acompanhamento dos filhos, procurar saber o que está acontecendo com eles, tentar ajudar de várias maneiras: com orientações, com atitudes exemplares, com o diálogo, com orações. Sempre. Tanto em casa, como na escola, na vida religiosa e social, nos namoros, etc.


Muitas vezes, os pais se sentem impotentes. Muitas vezes, acham que já fizeram tudo e que nada conseguiram. Entretanto, se cada pessoa se esforçar ao máximo, dar o melhor de si por uma família mais feliz, estará enchendo de bênçãos a sua vida e a vida da sua família. E nos momentos difíceis certamente Jesus virá para transformar as dificuldades em vitória, as tristezas em alegrias e muita paz, pois a família é um presente de Deus e Ele sempre cuida com muito carinho. Cuide de sua família com carinho… Ela é um tesouro inestimável.


Fonte: A Tribuna

62 visualizações0 comentário