• Assessoria de Comunicação

Dinheiro de multas da pandemia deverá ser usado no combate à covid-19 em Curitiba

Atualizado: Mai 7

A Câmara Municipal de Curitiba (CMC) aprovou em segunda votação nesta terça-feira (30), o projeto de lei que define onde vai ser aplicado o valor das multas de pessoas e empresas que não estão cumprindo as medidas de prevenção contra a covid-19. Com a aprovação unanime dos vereadores em regime de urgência, a matéria segue para a sanção ou veto do prefeito Rafael Greca (DEM).


Na segunda-feira (29), os vereadores já tinham aprovado o projeto em primeira discussão. A iniciativa é da vereadora Noemia Rocha (MDB), e a ideia é utilizar o dinheiro em ações e serviços de enfrentamento à pandemia. “Este é um debate importante, a preocupação de todos os vereadores pelo cenário que estamos enfrentando. Nosso tema tem sido a covid-19 e os vereadores estão na ponta, bem próximos da realidade” relatou Noêmia.


Atualmente, os recursos seguem para o tesouro municipal e seria preciso acrescentar o parágrafo à lei municipal, para esta mudança. Conforme a norma vigente, as multas pelo descumprimento do uso obrigatório da máscara e à promoção de aglomerações, dentre outras situações, variam entre R$ 150 e R$ 150 mil.


Somente no último fim de semana, entre sexta-feira (26) e sábado (27), praticamente R$ 500 mil em multas foram aplicadas em Curitiba pela Ação Integrada de Fiscalização Urbana (Aifu) com ações em festas clandestinas, comércio irregular no horário e até quadra de tênis aberta em plena bandeira vermelha.



Fiscalização da Ação Integrada de Fiscalização Urbana (Aifu). Foto: Daniel Castellano/SMCS

Fonte: Tribuna PR

1 visualização0 comentário