• Assessoria de Comunicação

Dica da Noemia - 4 passos para aprimorar suas habilidades de falar em público

O professor de psicologia do estado da Flórida, Anders Ericsson, um gigante no campo do desempenho máximo, morreu recentemente.


Malcolm Gladwell levou a pesquisa de Ericsson para um público maior em seu livro “Fora de Série – Outliers”. Muitos de nós estamos familiarizados com a agora famosa “regra das 10.000 horas”, do tempo de prática necessário para se tornar um especialista mundial em uma habilidade específica.


Em seu próprio livro, “Peak” (Pico, em tradução livre), Ericsson mergulhou muito mais profundamente no assunto. Sua pesquisa mostrou que é preciso uma quantidade enorme de prática para se destacar –e, em alguns casos, Ericsson disse que o tempo de prática chegou até perto de 20 mil horas.


Mas Ericsson teve o cuidado de apontar que apenas a prática não é suficiente. A prática “deliberada” é “a prática mais eficaz e poderosa que conhecemos”. Trata-se de uma prática com um propósito, preferencialmente guiada por um treinador ou professor.


Ericsson disse que qualquer pessoa, em qualquer campo, pode economizar anos de seu tempo de aprendizado se praticar da maneira certa. A prática deliberada se aplica a quase todas as habilidades: cozinhar, tocar um instrumento, aprender a balançar um taco de golfe, melhorar as habilidades de vendas ou falar em público.


Existem quatro etapas para a prática deliberada ou “proposital” que se aplica aos líderes empresariais que desejam melhorar suas habilidades de comunicação e de falar em público.


1. Defina metas específicas

Ericsson disse que estabelecer metas específicas é a chave para melhorar qualquer habilidade. Por exemplo, “melhorar no golfe” é uma ambição vaga. “Conseguir fazer cinco tacadas do meu handicap” é específico. Fazer 20 tacadas seguidas antes de terminar meu treino é ainda mais específico. Para conseguir falar em público, estabeleça uma meta específica para sua prática. Por exemplo, hoje você passará pelos cinco primeiros minutos de sua apresentação sem olhar para suas anotações. E você não vai parar de praticar até acertar.


2. Concentre-se no tempo de prática

A maneira como você organiza sua prática faz a diferença, de acordo com Ericsson. Programe seu ensaio de apresentação com o máximo de comprometimento que você colocaria em uma reunião importante. Se sua energia estiver mais alta de manhã, reserve um tempo ininterrupto antes do meio dia para executar sua apresentação. Faça disso uma prioridade.


3. Procure feedback

Quando escrevi o meu primeiro livro sobre como o cofundador da Apple, Steve Jobs, fez apresentações, dediquei um capítulo inteiro à sua estratégia de ensaio. Jobs praticou suas principais apresentações de produto dezenas de vezes, semanas antes do lançamento. Essa é a chave. Jobs sempre se apresentava diante de uma pequena audiência de executivos ou parceiros. Ele fazia uma seção da apresentação, pausava, baixava a voz e pedia feedback específico sobre cada slide e cada linha.


4. Saia da sua zona de conforto

“Se você nunca se esforçar além da sua zona de conforto, nunca melhorará”, Ericsson escreveu. A maioria das pessoas que afirma não ser “boa em falar em público” simplesmente não faz o suficiente para mudar. E eles podem não colocar as horas necessárias para se destacar no ofício, porque o medo as impede. Saia da sua zona de conforto. Não há problema em começar com pequenos passos. Pratique sua apresentação na frente do seu cachorro (não ria, o autor de best-sellers, Tim Ferriss, fez isso). Dê um passo à frente na próxima prática, pedindo a um amigo ou colega para assistir à sua apresentação. Próximo passo, leve-o ao grupo pequeno, seguido por um grupo maior.










Fonte: Forbes


0 visualização
Acesso Rápido

E-mail: gabinetenoemiarocha@gmail.com
Contato: 41 9994-15007

Endereço: Barão do Rio Branco, 720. 4º andar.

         Acompanhe nosso mandato

© 2019 by Ascom Noemia Rocha.    Políticas de Privacidade