• Assessoria de Comunicação

Dia Nacional da Luta pelos Direitos das Pessoas com Deficiência - 21 de setembro

O dia 21 de setembro foi escolhido como o Dia Nacional da Luta das Pessoas com Deficiência por ser uma data próxima ao início da Primavera, estação em que as flores preenchem as árvores. Esse acontecimento representa a luta e a renovação das pessoas com deficiência.


A data também coincide com o Dia da Árvore, que também pode representar a luta das pessoas com deficiência. Apesar de ter se tornado lei apenas em 2005, a celebração da data foi pensada pelo ativista por Cândido Pinto de Melo, no início da década de 80. Ele foi um dos fundadores do MDPD (Movimento pelos Direitos das Pessoas Deficientes), um grupo que se organizava para discutir intervenções e transformações na sociedade.

Diversas cidades do Brasil realizam palestras e workshops durante esta semana, de 17 a 21 de setembro, em comemoração à Semana Nacional de Luta pelos direitos das Pessoas com Deficiência. Oficializado pela lei nº 11.133 de 2005, o dia 21 de setembro representa o Dia Nacional da Luta das Pessoas com Deficiência, data que já era celebrada desde 1982.

A seguir uma pequena amostra da grande quantidade de iniciativas, eventos, apresentações culturais, debates e compromissos. Todos prometem contar com recursos de acessibilidade.

Antes do início da semana, o Ministério do Trabalho realizou, em Blumenau, o Feirão de Empregos para pessoas com deficiência. Com o intuito de auxiliar às pessoas em busca de trabalho, o evento também contou com um desfile de moda inclusiva e aulas de zumba para o público.

Na capital paulista, a AACD aborda, no dia 21/09, como ponto principal da sua conferência em andamento nestes dias, o futuro da inclusão das pessoas com deficiência. Veja mais no link.

Também em São Paulo, a ONG Ritmos do Coração promove no sábado, 22, um “Sarau para todos”, Avenida Paulista, na Casa das Rosas (Av. Paulista, 37), das 15h às 18, com o intuito de celebrar a diversidade e compartilhar arte, talento e criatividade com o público em geral.

Já em Brasília, as comemorações acontecem no Memorial da Inclusão com exposições itinerantes, rodas de conversas e palestras. Serão abordados temas como acessibilidade nas cidades e recursos para a comunicação.

Algumas empresas se mobilizaram internamente para celebrar a semana. A Telefônica Vivo e a Microsoft assinaram, nos dias 17 e 18, o Pacto pela Inclusão da Rede Empresarial de Inclusão Social, em evento com funcionários e diretoria. Com cinco compromissos macro, o acompanhamento dos compromissos é feito por meio dos indicadores do Guia Ethos-REIS de Inclusão das Pessoas com Deficiência no Trabalho.

Sábado, 22 o Comitê Paralímpico Brasileiro realiza, em 48 cidades diferentes, a experimentação do esporte adaptado para cerca de 7.200 crianças, com faixa etária entre 10 e 17 anos. Os jovens poderão jogar basquete em cadeira de rodas, bocha, futebol de 5 (para cegos), tênis, judô, entre outros esportes. Para mais informações, acesse o link.

Na semana seguinte a programação continua intensa. A Divisão de Recursos Humanos da PUC de São Paulo realiza a 4a Semana de inclusão da pessoa com deficiência, de 24 a 28 de setembro. O painel de abertura terá o tema “A Inclusão da Pessoa com Deficiência no Trabalho: onde estamos e para onde caminhamos? Nos painéis seguintes os temas tratarão da Educação, Gerontologia e outros.

Fonte: Brasil Saúde e Ação

6 visualizações0 comentário