• Assessoria de Comunicação

Curitiba pode contar com apoio no atendimento às mulheres vítimas de violência

A sugestão ao Executivo de criação de um Centro de Apoio e Atendimento às Mulheres Vítimas de Violência Doméstica foi aprovada pelos vereadores nesta semana. De iniciativa da vereadora Noemia Rocha (MDB), a medida busca dar suporte a outras ações já desenvolvidas pelo Município. Agora cabe a prefeitura a execução ou não da proposta.


De acordo com a proposição, embora já exista a "Casa da Mulher Brasileira", notou-se um crescente aumento de casos de violência durante o período de isolamento da pandemia, o que tem exposto, de maneira brutal, a permanente situação de vulnerabilidade a que as mulheres são submetidas, com violências das mais diversas, além do risco de morte dentro do próprio lar pelos maridos, noivos, namorados e parceiros. Esses dados confirmam a necessidade de uma rede de apoio.


Segundo a propositora, a ideia é estimular a criação de um novo Centro de atendimento de modo a minimizar o sofrimento causado a uma população inteira de mulheres em estado de risco social, ampliando as formas de apoio e “atendimento multisetorial e interdisciplinar como equipamento eminentemente público e municipal, aproveitando as estruturas já disponíveis, como é o serviço da Patrulha Maria da Penha sob a coordenação e execução da Guarda Municipal da Secretaria da Defesa Social.”


21 visualizações0 comentário