• Assessoria de Comunicação

Coronavírus e mulheres cientistas viram tema de livro de passatempos

Em meio à quarentena e ao distanciamento social provocado pela pandemia de covid-19, seis professoras doutoras da área de ciências exatas da Universidade Federal do Paraná (UFPR) elaboraram o livro de passatempos "Mulheres Cientistas: Coronavírus", repleto de informações relevantes apresentadas de forma lúdica e com linguagem acessível. Nele, estão palavras-cruzadas, caça-palavras e desenhos para colorir criados a partir de um minucioso trabalho de pesquisa.

-

Ilustração de Jaqueline Goes, uma das cientistas brasileiras que conseguiram sequenciar o genoma do novo coronavírus


-


A publicação, com 72 páginas, é uma ação do projeto de extensão universitária Meninas e Mulheres nas Ciências, da UFPR. "É um material feito por mulheres cientistas sobre mulheres cientistas para todas as pessoas. Um trabalho colaborativo que visa à valorização das mulheres na ciência ao longo da história, que por muito tempo foram 'invisibilizadas'", afirma a professora Camila Silveira, do departamento de química da universidade e coordenadora do projeto.


As reuniões para a realização do livreto foram todas virtuais. O material não foi impresso, está disponível gratuitamente no blog do projeto e nas redes sociais @mulheresnasciencias.ufpr.


Camila conta que estão em busca de recursos financeiros para a impressão do livro, pois sabe bem que boa parte da população brasileira não tem acesso à internet. "Queremos fazer uma campanha de distribuição para que ele chegue aos excluídos digitalmente. O livro é para todas as idades e vem sendo usado em algumas escolas de ensino fundamental e ensino médio."