• Assessoria de Comunicação

Consumo responsável: a chave para preservar o meio ambiente

Você tem certeza de que sabe como preservar o meio ambiente? Muitas pessoas acreditam que têm uma convivência respeitosa com a natureza, mas nossos hábitos de consumo revelam o contrário. Muitos de nossos costumes corriqueiros parecem sustentáveis, mas, na realidade, poluem. Conheça os cinco erros mais prejudiciais para a saúde de nosso planeta.

-

- Nossos hábitos geram mais de 60% das emissões de gases de efeito estufa e representam até 80% do uso de água do mundo.

-


Hábitos de consumo para lutar contra a poluição

Se em 2050 chegarmos a 9,6 bilhões de habitantes no mundo, como é previsto pela Organização das Nações Unidas (ONU), serão necessários quase três planetas de recursos naturais para que seja possível nos abastecer e viver como hoje. Mas só existe uma Terra e, por isso, cada coisa que fizermos por ela, mesmo que seja muito pequena, tem uma grande importância.

Conheça cinco práticas diárias que você pensava que eram inofensivas — ou, até mesmo, sustentáveis —, mas que, na verdade, provocam danos consideráveis ao meio ambiente.


-

Comer carne, peixe e fruta em excesso

São alimentos imprescindíveis em nossa dieta, embora não muito saudáveis para o ambiente natural. Em um relatório de 2018, o Greenpeace alertou que 14,5% de todos os gases de efeito estufa (GEE) vêm da pecuária industrial. A indústria da carne, por exemplo, afeta negativamente o uso do solo, uma vez que entre 75% e 80% dos terrenos agrícolas do mundo são destinados à produção pecuária. Por outro lado, se essas mesmas terras fossem destinadas ao cultivo de vegetais, teríamos alimentos para mais 4 bilhões de pessoas.

A pesca massiva também não contribui para preservação do meio ambiente, já que essa atividade afeta a biodiversidade dos ecossistemas marinhos. Além disso, para fazer um consumo responsável de fruta