• Assessoria de Comunicação

Como melhorar seu relacionamento familiar?

Nós sabemos que a família é o pilar mais forte de qualquer sociedade. É de responsabilidade dela cumprir algumas missões como proteger, educar e apoiar emocionalmente seus membros. Ao longo do tempo, ela pode passar por algumas transformações, como o seu desmembramento em virtude de mudanças de cidade ou mesmo por causa de insatisfações em sua estrutura.



O fato é que ter um bom relacionamento familiar nos permite aproveitar um dos aspectos mais felizes de nossas vidas: o contato com pessoas que amamos verdadeiramente. Da mesma maneira, essas relações podem desencadear conflitos, principalmente quando nelas há autoritarismo e falta de reciprocidade de bons sentimentos. Manter boas relações familiares é a chave do sucesso para alcançar a paz interior.


Saiba como melhorar os aspectos dessa relação e alcançar a paz dentro do seu lar, nos tópicos a seguir:


Qual a importância do bom relacionamento familiar?

As atitudes de cada ser humano refletem bastante as influências dos aprendizados em casa, na família. Quando somos pequenos, nossos pais transmitem valores e conhecimentos com base em noções do que é certo ou errado. Essa relação, que vem desde cedo, é muito importante para o nosso crescimento.


Quando as pessoas desse núcleo se sentem amadas e compreendidas, elas têm mais facilidade em expressar sentimentos, opiniões e dificuldades. Para que haja um entendimento entre os membros de uma família, existe a necessidade de se estabelecer um diálogo. É a comunicação a responsável por promover um clima de compreensão entre todos os membros, fomentando o desejo de ajuda mútuo.


Se não existe o clima propício para um bom relacionamento familiar, surge uma dificuldade entre todos os familiares. Isso leva cada indivíduo ao silêncio, resultando em um distanciamento entre si. Essa situação é muito frequente quando nos deparamos com um problema que drena nossas energias e ao mesmo tempo não encontramos apoio entre os membros de nossa família.


Como melhorar o seu relacionamento familiar?

Um nível de tranquilidade satisfatório nessa relação é atingido quando existe um bom convívio entre os seus membros, não apenas pelo fato de se conhecerem a vida toda. Aspectos como respeito e bom senso devem ser levados em consideração na hora de nutrir o bom relacionamento entre os membros de uma família. Quando eles não existem, pautamos uma relação ruim, que nos deixa estressados e com ansiedade.


Siga as nossas dicas abaixo e aprenda a manter fortes os laços de um bom relacionamento familiar:


1. Use sempre o bom senso

É chato tocar em determinados assuntos quando está na presença de sua família? Pare e pense um pouquinho. O que você tem a dizer pode resolver a situação? Se a resposta for positiva, então fale! Porém, é muito importante ter cautela e abordar da forma mais tranquila e respeitosa possível. Se não for resolver, não há motivos para tocar no assunto. Isso se chama bom senso.


Da mesma maneira, você deve pensar antes de falar certas coisas. Quando o clima já está tenso, não adianta provocar os demais e insistir no assunto. O calor de certas situações não leva à solução, pois o diálogo não é estabelecido.


2. Seja empático

Nós sabemos que é muito complicado conseguir se relacionar bem com todas as pessoas, independentemente de serem membros ou não de nossa família. Cada um age de uma maneira, portanto devemos, antes de qualquer comunicação, saber como estamos nos sentindo — assim como entender a posição do outro. Cada pessoa tem sua maneira de vivenciar as situações, logo devemos respeitar o tempo do próximo. Assim, a comunicação estabelecida será de igual para igual.


3. Procure por uma aproximação saudável

Vamos fazer um rápido exercício? Como começa o seu dia quando todos lhe cumprimentam com um caloroso bom dia e um sorriso estampado no rosto? E como fica quando as pessoas não respondem aos seus cumprimentos e lhe tratam de maneira fria e, às vezes, até grosseira? Você percebe a diferença?


É assim que devemos pensar na maneira como nos aproximamos das pessoas em nossa família. Deixe seus problemas de lado e aproxime-se mais dos seus familiares, até mesmo nas situações mais corriqueiras. Calma e diálogo determinam uma aproximação saudável.


4. Não leve tudo à ferro e fogo

Por mais que situações desagradáveis aconteçam, busque reconhecer quem exagerou — mesmo que tenha sido você. Diante de discussões e problemas levantados durante uma reunião familiar, procure manter o equilíbrio emocional, adotar uma posição mais neutra e olhar a situação como se estivesse de fora. Apesar de o clima não estar um dos melhores, cumprimente seus familiares com um sorriso, um abraço e um beijo caloroso. Isso é fundamental para que o seu dia e o do outro possam começar ou terminar bem.