• Assessoria de Comunicação

Cinco cuidados que você deve ter com seu gatinho idoso

Envelhecer faz parte da vida dos gatinhos também. No caso deles, a terceira idade chega a partir dos dez anos. E, assim como nós, o começo dessa fase vem acompanhada de uma série de mudanças, muitas dessas notáveis, como a diminuição da disposição do seu pet. Por isso, é importante que novos hábitos sejam acrescentados na rotina de cuidados com o seu bichano. Para ajudar nessa missão, separamos 5 cuidados que você deve ter como seu gatinho idoso. Confira.



----------

1. Adeque a alimentação do seu gato

Com o passar dos anos, é normal que a digestão de alimentos vá ficando mais lenta. E isso faz com que seja necessária uma dieta mais nutritiva para o seu gato. Nessa fase, é importante que você também preste atenção na quantidade de comida que o seu animal de estimação está consumindo, para que não sofra com o sobrepeso, pois isso pode ocasionar sérios problemas para a saúde, como doença de pele, diabetes e até mesmo câncer. A gente sabe que um gato gordo é muito fofo, mas é importante estabelecer um limite. Se o seu gatinho apresenta falta de apetite, isso pode estar relacionado a problemas no dente e na gengiva. Para que ele não fique desnutrido, você deve incentivá-lo com comida úmida. Mas, de qualquer forma, procure conversar com um médico veterinário para saber quais são os melhores alimentos ou suplementos para gatos idosos.


----------

2. Promova brincadeiras com seu gato

Mesmo os gatinhos com menos disposição precisam manter uma rotina de brincadeiras para não sofrer os efeitos do com sedentarismo.. Use brinquedos para gatos, como bolas e varinhas, para que mantenham o corpo saudável. Na velhice, os gatos podem desenvolvem artrite, uma doença que causa muita dor ao animal, fazendo com que ele evite se locomover. Por isso, procure acomodar muito bem o seu pet, deixando água, comida e a cama para o gato em fácil acesso.


----------


3. Deixe o seu gatinho descansar bem

Com a chegada da terceira idade felina, é natural que ele sinta cada vez mais sono. É muito importante você proporcionar a ele um ambiente calmo e tranquilo, evitando incomodá-lo. Lembre-se que o gato idoso sente mais frio, por isso, além da cama macia, ofereça lençóis, travesseiros e cobertores sempre limpos.


----------

4. Leve o seu animal com frequência em um médico veterinário especializado em gatos

Os cuidados devem ser redobrados na fase da velhice. Para verificar como está a saúde do gatinho, é indicado que você o leve com frequência ao veterinário, principalmente quando notar sinais de algum problema de saúde. Caso note mau hálito ou dentes com acúmulo de tártaro, por exemplo, você deve procurar o profissional também, porque gatos idosos costumam ter problemas frequentes relacionados à dentição. Além disso, evite medicar o seu gatinho sem orientação médica, pois essa atitude pode trazer uma série de riscos.


----------

5. Escove a pelagem com muito carinho

Os gatinhos idosos também perdem um pouco da habilidade em fazer a própria limpeza com a língua. Nesse caso, é muito importante que você comece ajudá-lo nessa tarefa. Por isso, você precisa escovar a pelagem do seu gatinho com maior frequência para eliminar os pelos mortos e deixá-lo sempre limpo. Na velhice, eles também apresentam uma digestão e a uma saúde mais frágil e correm mais risco de sofrerem com as bolas de pelo. Fique atento a qualquer comportamento diferente!


Fonte: Patas da Casa

21 visualizações0 comentário