• Assessoria de Comunicação

Câmara concede Cidadania Honorária ao pastor Jarmuth Jordão

Pastor atua na Igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo (ADVEC) de Curitiba.


Nesta quarta-feira (15), a Câmara Municipal de Curitiba (CMC) concedeu a Cidadania Honorária ao pastor Jarmuth Jordão Oliveira da Costa, da Assembleia de Deus Vitória em Cristo (ADVEC) de Curitiba. A sessão solene foi presidida pelo vereador Alexandre Leprevost (Solidariedade), vice-presidente da Câmara. Além dele e do homenageado, também compuseram a mesa: Fabiano Lazarini Antunes, superintendente-geral de relações institucionais do Palácio Iguaçu, representando o governador Carlos Massa Ratinho Júnior; Tenente-coronel Rodrigo Geovane Becker, representando o comandante geral da Polícia Militar do Estado do Paraná (PM-PR), coronel Hudson Leôncio Teixeira; pastor Ricardo Dalagrana, vice-dirigente da Assembleia de Deus Vitória em Cristo de Curitiba; e Débora Viana, esposa do homenageado. Também presente estava o vereador Ezequias Barros (PMB).


A saudação oficial ao pastor Jarmuth Jordão foi proferida pela vereadora Noemia Rocha, proponente da homenagem. Para ela, trata-se de uma alegria e de uma honra conferir a Cidadania Honorária de Curitiba a uma pessoa que, segundo ela, é um homem fraterno e solidário, constante na defesa da igreja e contribuindo sempre com projetos sociais e de evangelização. “Ele é responsável por iniciativas necessárias que merecem o reconhecimento desta Casa de Leis”, afirmou a vereadora. Ela ressaltou que entre as funções de um vereador, está a de escolher pessoas a serem homenageadas. Para Noemia, “é uma grande responsabilidade fazer essa escolha, mas como diz o texto bíblico: devemos honrar a quem tem honra”.


No entendimento da parlamentar, o homenageado é um instrumento de Deus que transforma vidas e soma esforços para o crescimento do local que adotou. “Meu pai também era pastor, então ao homenagear o pastor Jarmuth, sinto como se estivesse homenageando meu pai”, disse ela. A vereadora lembrou que o homenageado nasceu na cidade de Natal, capital do Rio Grande do Norte, é casado e pai de dois filhos. Formado em Teologia e Direito, Jarmuth exerce o ministério religioso há vinte anos. Para Noemia, “é o desejo de todo parlamentar que haja uma igreja em cada esquina, pois o povo de Deus é um povo ordeiro e honrado e não é nenhum segredo a importância das Igrejas Evangélicas na promoção de ações sociais em lugares onde nem mesmo o Estado consegue chegar. Em razão disso, esse povo deve ser agraciado com honrarias”.


A parlamentar ainda ressaltou que Jarmuth é um homem que batalha pela paz, pela união e pela preservação das famílias, entre outras batalhas. A vida do homenageado, nas palavras da vereadora, é pautada pela fé em Deus e nos ensinamentos bíblicos, sendo ele respeitado não só no ambiente evangélico, mas também como figura destaque em toda a sociedade. “Esta é a razão pela qual louvo o nome do pastor Jarmuth Jordão e digo que agora ele passa a ser um cidadão honorário de Curitiba. Mas a verdade é que ele nunca vai deixar de ser um cidadão de Deus”, finalizou.


Agradecimento


O homenageado agradeceu à Câmara e à vereadora Noemia Rocha pela honraria e disse que ser pastor, para ele, é um presente de Deus. “Eu procuro me esforçar por merecer esse título de pastor. É necessário lembrar que ser pastor não depende de origem, aparência ou capacidade. Ser pastor é algo que está na dependência direta da soberania divina. Como pastor, sou uma expressão viva da graça e da misericórdia de Deus”, disse ele. Ele disse que a honra da homenagem deveria ser atribuída à Assembleia de Deus Vitória em Cristo (ADVEC) de Curitiba. “É através da vida do pastor Silas Malafaia, meu pastor, que, conduzido pelo Espírito Santo, entendeu que esse seria o tempo de eu estar aqui”, declarou.


O pastor lembrou de uma história passada no século XIX, quando um pastor missionário passou mais de vinte anos afastado de sua terra natal, pregando em terras estrangeiras. Quando sua missão foi encerrada nesses locais, ele retornou para seu local de origem em um navio e soube que na mesma embarcação estava viajando o presidente do seu país. Na hora do desembarque, o presidente foi festejado e homenageado por uma multidão com discursos e músicas tocadas por uma banda marcial. Já o pastor teve de descer por outra escada, destinada às pessoas comuns e, em seu íntimo, questionou por que, após tantos anos dedicados à pregação da palavra de Deus, não teve reconhecimento por ocasião de seu retorno. Deus, então, teria dito a ele que seu reconhecimento estava guardado para o momento certo.


“Da mesma forma, cada um de nós terá o reconhecimento devido por seus atos”, vaticinou o religioso. Ele confessou que não está acostumado a homenagens, mas que, quando elas acontecem, dizem respeito não somente à sua pessoa, mas também a todos que tributam toda honra, glória e louvor a Deus. A cerimônia teve a participação da vocalista Karen Matos e do violonista Tainã.


Jarmuth Jordão, pastor da Assembleia de Deus Vitória em Cristo (ADVEC Curitiba), recebeu a Cidadania Honorária de Curitiba por iniciativa da vereadora NoemiaRocha. (Foto: Carlos Costa/CMC)


Fonte: Site da CMC

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo