• Assessoria de Comunicação

6 Hábitos saudáveis são fundamentais para manter a qualidade de vida

Nos dicionários, a palavra hábito está definida como “costume” ou “maneira frequente, usual de ser, fazer ou sentir”. Saudáveis ou não, os hábitos cedo ou tarde irão se refletir na saúde. Daí a importância de sustentar um cotidiano salutar e positivo. Isso irá fazer bem, não apenas ao corpo, minimizando os riscos de doenças e aumentando a expectativa de vida; como também apresentará reflexos na saúde emocional, com uma incrível sensação de bem-estar.


Mas, como separar o “joio do trigo”, distinguindo o que faz bem do que é prejudicial?


Confira na lista a seguir:

  • Fumar

  • Uso excessivo do álcool

  • Má alimentação

  • Beber pouca água

  • Não realizar exames e consultas médicas regulares

  • Dormir pouco ou muito

  • Não praticar atividades físicas

  • Evitar o convívio com familiares e amigos

  • Nutrir pensamentos negativos

  • Não aprender coisas novas

  • Não ser grato

  • Não ter fé

Se você mantém um ou mais destes hábitos, saiba que é possível virar a chave e adotar uma rotina mais saudável.


Ainda que desafiador, inserir no dia a dia práticas em benefício do bem-estar físico, mental e social, além de reconfortante para o organismo é uma questão de organização e determinação.


Desta forma, confira 6 hábitos saudáveis, com dicas de saúde física e mental, que você pode (e deve) incorporar, hoje mesmo à sua vida e que terão um grande efeito com o passar do tempo:


1 – Alimente-se de forma saudável

O que comer e como se alimentar influenciam no equilíbrio das funções digestivas. Ter uma dieta balanceada e adaptada ao seu cotidiano, melhora a saúde consideravelmente. Algumas atitudes como dedicar um tempo específico à realização das refeições, sentar-se à mesa para se alimentar, comer devagar e mastigar bem, auxiliam na digestão e melhoram a saciedade, evitando que se coma de forma exagerada.



Além disso, evite comer muita carne vermelha, controle o tamanho das porções do seu prato, coma bastante saladas, legumes e verduras. Evite frituras, preferindo os grelhados, coma muitas frutas e beba bastante líquidos, como água, sucos naturais e chás. Evite bebidas alcoólicas e refrigerantes.


Não há um consenso de quanto de água se deve beber ao longo do dia. No entanto, os médicos dizem que um bom parâmetro é a cor da urina: quanto mais clara estiver, mais hidratado está o organismo e deve-se manter a quantidade de líquido que está sendo ingerida; já se a urina estiver muito escura, é preciso beber mais água, porque o corpo está desidratado.


2 – Pratique atividades físicas

Escolha um exercício ou atividade física que lhe dê prazer em realizar e inclua em sua rotina. Pode ser caminhar, correr, andar de bicicleta, nadar, dançar, fazer musculação, praticar yoga, pilates, ou qualquer outra.


Qualquer prática física, além de proporcionar satisfação, irá colocar o corpo em movimento, o que aumentará a vitalidade, a força e o equilíbrio. Isto ajuda também a reduzir o estresse, a ansiedade e a melhorar outras funções do organismo, como o sono, a imunidade, a digestão, a circulação e até a criatividade.


3 – Durma tranquilamente

Para ter um sono tranquilo e reparador, é preciso manter algumas rotinas antes de dormir. Dê preferência a uma programação mais calma na TV, tome um chá quente, coma alimentos mais leves, não fique muito tempo ao celular e use pijamas confortáveis para dormir.

O ideal é dormir entre 7 e 8 horas por noite. Com isso, você se previne contra a irritabilidade, o estresse e a depressão, além de outras tantas doenças, como as cardiovasculares.


4 – Faça exames médicos periodicamente

Para manter a saúde em dia, é preciso estar atento à realização de exames periódicos, como os check-ups semestrais ou anuais. Com isso, além da prevenção de doenças, é possível evitar que alguma que já preexista, evolua para quadros clínicos mais graves.


Além disso, no caso do aparecimento de sintomas recorrentes, como dores, não faça uso de medicamentos sem orientação de um médico e marque o mais rápido possível uma consulta para investigar a causa.


5 – Cultive bons relacionamentos

Cientistas conseguiram identificar algo que foi denominado “efeito aldeia” que, assim como a atividade física, bons hábitos alimentares e ausência de vícios, é fundamental para o bem-estar físico e mental.


Trata-se do convívio social e do cultivo de bons relacionamentos, criando oportunidades de estar com pessoas queridas e compartilhando momentos, mesmo os mais difíceis. Ao desenvolver bons vínculos de amizade e laços de amor, ocorre a produção de endorfinas, o que melhora o humor, espanta a depressão e promove, inclusive, a diminuição de dores.


Outro ponto é que este contato não precisa ser prolongado, mas deve ser ao vivo. Então, que tal investir em um café ou almoço com os amigos, mesmo que seja em um dia de trabalho? Deixe de lado as interações por meios eletrônicos e invista mais no olho no olho. Sua saúde, família e amigos vão agradecer.


6 – Procure se conectar com sua espiritualidade

Quando se fala em espiritualidade, muitos pensam em religião. As religiões são movimentos criados pelo homem na busca de ensinamentos, e cada uma é formada por dogmas, crenças e costumes.


Já a espiritualidade é algo intangível e refere-se à conexão com o eu interior, com a busca por autoconhecimento, que perpassa por maneiras positivas no pensar, agir e falar, o que muitas vezes também se relaciona com a fé. Existem estudos que revelam que a fé e a gratidão influenciam diretamente no bem-estar das pessoas.


A busca pela espiritualidade também está relacionada a ações saudáveis como:

  • ler textos e livros positivos;

  • praticar meditação;

  • praticar a gratidão e o perdão;

  • manter contato com a natureza, cuidando de plantas e animais de estimação;

  • fazer um trabalho voluntário doando parte do seu tempo a ajudar pessoas necessitadas;

  • substituir pensamentos, palavras e termos negativos, por positivos.

Dica extra e, talvez, a mais valiosa de todas!

Sorria!

Pode até parecer estranho, mas já ficou comprovado cientificamente que o simples hábito de sorrir traz inúmeros benefícios à saúde física, mental e emocional. Além de contagiante o sorriso aumenta a longevidade, fortalece o sistema imunológico, reduz o estresse e a pressão arterial. Melhora o humor, aumenta a produtividade e a confiança, reduz a dor e também pode ser considerada uma chave para o sucesso, tanto pessoal quanto profissional, já que é muito raro uma pessoa ficar imune a um sorriso aberto.


Não dizem que um sorriso é capaz de abrir portas? Pois então, sorria e torne-se mais saudável e feliz.


Com estas dicas simples, você conseguirá aproveitar melhor a vida, com mais energia e disposição. Lembre-se que, assim como uma caminhada começa com um primeiro passo, a adoção de hábitos saudáveis acontecerá de forma gradativa.


Não se cobre tanto e adote atitudes mais amorosas consigo mesmo. Ao se amar mais, você conseguirá entender que as mudanças virão para melhor e tudo se tornará mais fácil e menos doloroso. A chave da saúde está na felicidade. Seja mais feliz!


Fonte: Central da Saúde

4 visualizações0 comentário
Acesso Rápido

E-mail: gabinetenoemiarocha@gmail.com
Contato: 41 9994-15007

Endereço: Barão do Rio Branco, 720. 4º andar.

         Acompanhe nosso mandato

© 2019 by Ascom Noemia Rocha.    Políticas de Privacidade