• Assessoria de Comunicação

5 benefícios do “faça você mesma” para a sua vida


Se você alguma vez já trabalhou com artesanato ou atividades de “faça você mesmo” (DIY, na sigla em inglês para “do it yourself”), provavelmente percebeu que colocar a mão na massa é, definitivamente, uma forma barata e divertida de adquirir diversos objetos e peças de vestuário que, se fossem comprados nas lojas, custariam muito mais.


Mas o artesanato não é apenas uma maneira de economizar e de obter peças exclusivas. Por se tratar de uma atividade que envolve o desenvolvimento de habilidades específicas e, muitas vezes, desconhecidas, essa prática também pode se converter em uma espécie de terapia ocupacional para quem a tem como rotina.


Mark Frauenfeld, editor chefe da revista Make, especializada em “faça você mesmo”, menciona alguns dos benefícios que você pode conquistar por meio desse tipo de prática.


1. Bom para as mãos – e para o cérebro

De acordo com Frauenfeld, o artesanato permite que você trabalhe suas habilidades manuais e, com isso, seu sentimento de “recompensa” pessoal se torna maior. Ao contrário, quando você simplesmente compra um produto pronto, esse sentimento é menos intenso e duradouro.


2. Descubra novas fontes de renda

Algumas pessoas pegam tanto gosto pelo “faça você mesmo” que passam a enxergar esse tipo de trabalho como uma possível fonte de renda. Em um mundo cada vez mais industrializado, tudo que tem um toque “humano” ganha um valor diferenciado. Se você se especializar em uma atividade específica, pode até complementar sua renda por meio dela.