• Assessoria de Comunicação

4 Histórias da Bíblia para te inspirar



Reunimos aqui histórias bíblicas para serem lidas, contadas e compartilhadas.


Jacó e Raquel

O primeiro encontro de Jacó com Raquel se deu da seguinte forma: Perto de onde Jacó estava havia um poço e alguns homens com seus rebanhos. Jacó perguntou: – Olá amigos, vocês conhecem um homem chamado Labão? Ele ainda vive? Está bem? – Conhecemos, ele está bem! Olha, vem vindo a filha dele lá adiante, o nome dela é Raquel. Quando ela chegou, Jacó tirou a pedra que estava sobre o poço e deu de beber as ovelhas dela. E Jacó beijou a Raquel, e levantou a sua voz e chorou. E Jacó anunciou a Raquel que era irmão de seu pai, e que era filho de Rebeca; então ela correu, e o anunciou a seu pai. Gênesis 29:11,12 Labão ficou muito feliz com o encontro e acolheu Jacó em sua casa. Depois combinou de lhe pagar um salário por seu serviço. Jacó disse: – Sete anos te servirei pela tua filha menor. E respondeu Labão: – Melhor que eu a dê para ti do que para outro. Aceito a proposta. Assim serviu Jacó sete anos por Raquel; e estes lhe pareceram como poucos dias, pelo muito que a amava. Gênesis 29:20 E cumprindo os sete anos, Jacó reivindicou o direito de tomar Raquel por esposa. Labão fez um banquete, mas deu para Jacó Lia, sua filha mais velha. De manhã Jacó percebeu que fora enganado e procurou Labão: – Porque me enganaste? Sete anos te servi por Raquel! E Labão disse: – Não se faz assim em Israel. Primeiro se dá a mais velha e depois a mais nova, por isso por mais 7 anos de serviço Raquel será dada. Jacó concordou. Labão aceitou que Raquel fosse dada a Jacó como esposa uma semana depois destas coisas. Mas Jacó o serviu por mais 7 anos. Jacó amou a Raquel mais do que a Lia. E Deus viu que Lia era desprezada e lhe abriu o ventre, e ela deu a Jacó 4 filhos homens: Rúben, Simeão, Levi e Judá. Raquel, porém era Estéril. Posteriormente, Raquel deu a Jacó um filho chamado José, que depois acabou sendo vendido como escravo pelos irmãos para o Egito. Raquel ainda deu a luz a mais um filho chamado Benjamim, e morreu no parto.


Jacó luta com Deus no Vau de Jaboque

O rio Jaboque é um dos dois principais pontos do rio Jordão, à margem leste, na Jordânia. Deságua no Jordão entre o mar da Galileia e o mar Morto. É mencionado na Bíblia diversas vezes, a primeira menção ocorreu no caso de Jacó, quando ele lutou com um anjo do Senhor, antes do encontro com Esaú. Naquela mesma noite em que Jacó deixou Labão e partiu, ele lutou com um homem até o amanhecer. E vendo o homem que não conseguia vencer, tocou a coxa de Jacó e este ficou manco. Então o homem disse: – Deixa eu ir porque está quase amanhecendo! – Não te deixarei ir até que me abençoes. – Qual o seu nome? – perguntou o homem. – Jacó – Não te chamarás mais Jacó, mas Israel; pois como príncipe lutaste com Deus e com os homens, e prevaleceste. E o abençoou. E chamou Jacó o nome daquele lugar Peniel, porque dizia: Tenho visto a Deus face a face, e a minha alma foi salva. Gn 32:30 O homem, na realidade, era um anjo. Provavelmente Deus tenha testado a disposição e a fé de Jacó em lutar sem desistir até conseguir a bênção. Jacó, mais uma vez, mostra que dá valor às bênçãos espirituais (o outro episódio é quando ele toma o direito de primogenitura do seu irmão Esaú, que por sua vez, não deu valor).


Daniel na Cova dos Leões

A história de Daniel na cova dos leões começa quando o rei Dario nomeou 120 pessoas responsáveis por administrar o império e colocou três supervisores sobre eles, um dos quais era Daniel. Daniel se destacou tanto como supervisor que Dario planejava colocá-lo à frente de todo o governo. Diante disso, os administradores e os outros dois supervisores procuraram algum motivo para acusar Daniel em sua conduta, mas nada conseguiram. Eles resolveram entre si “nunca vamos encontrar uma acusação contra Daniel, a menos que seja algo relacionado com a lei do Deus dele”. Então os administradores e supervisores falaram com o rei Dario: – Oh grande rei, todos nós achamos que você deveria emitir um decreto ordenando que todo o homem que orar a qualquer deus ou a qualquer homem, além de ti, nos próximos 30 dias, seja atirado na cova dos leões.


História de Naamã

Naamã, o comandante do exército do rei da Síria, era um homem extremamente respeitado, porque dera muitas vitórias ao seu povo. Mas um dia veio a contrair lepra. Uma menina israelita trabalhava como escrava no palácio deste oficial e, um dia, ela disse a esposa de Naamã: Antes o meu senhor estivesse diante do profeta que está em Samaria; ele o restauraria da sua lepra. 2 Reis 5:3 Naamã foi contar ao rei da Síria o que a menina dissera e o rei o enviou juntamente com uma grande quantia de prata ao rei de Israel. Enviou uma carta dizendo “Estou te enviando meu oficial Naamã para que o cures da lepra”. Quando o rei de Israel recebeu Naamã e leu a carta ficou muito perturbado: – Ele pensa que sou Deus para curar alguém? Ele está procurando um motivo para se desentender comigo. Quando Eliseu soube que o rei havia ficado perturbado mandou essa mensagem: “Envia Naamã a mim para que a Síria saiba que há profeta em Israel.” Naamã chegou à casa de Eliseu e este mandou um mensageiro dizendo: – Você deve se banhar no rio Jordão sete vezes. Quando fizer isso ficará curado. Mas Naamã ficou indignado com essa situação e disse: Eis que eu dizia comigo: Certamente ele sairá, pôr-se-á em pé, invocará o nome do Senhor seu Deus, e passará a sua mão sobre o lugar, e restaurará o leproso. Não são porventura Abana e Farpar, rios de Damasco, melhores do que todas as águas de Israel? Não me poderia eu lavar neles, e ficar purificado? 2 Reis 5:11,12 E começou a retornar para casa. Os seus servos, no entanto, tentavam dissuadi-lo no caminho dizendo: – Mestre, se o profeta tivesse te pedido algo difícil tu terias feito. Só porque ele pediu algo simples você o menospreza. Então Naamã convencido foi ao Jordão e se lavou 7 vezes, sua pele se restaurou e se tornou como pele de criança. Ele e sua comitiva voltaram à casa de Eliseu: – Agora eu sei que não há Deus em nenhum outro lugar! Por favor, aceita meu presente! Mas Eliseu recusou-se a aceitar, embora Naamã insistisse muito. Naamã pediu para que Eliseu deixasse ele levar duas mulas carregadas de terra para que fizesse um holocausto ao Senhor. Ele prometeu que nunca mais iria sacrificar para outro deus senão ao Senhor. Ao se despedir de Eliseu disse: Nisto perdoe o SENHOR a teu servo; quando meu rei entrar na casa de Rimom para ali adorar, e ele se encostar na minha mão, e eu também tenha de me encurvar na casa de Rimom; quando assim me encurvar na casa de Rimom, nisto perdoe o SENHOR a teu servo. 2 Reis 5:18 Eliseu respondeu: – Vai em Paz!

Fontes:

https://www.pregacaocrista.com/jaco-e-raquel/

https://www.pregacaocrista.com/jaco-luta-com-deus-no-vau-de-jaboque/

https://www.pregacaocrista.com/daniel-na-cova-dos-leoes/

https://www.pregacaocrista.com/historia-de-naama/


2 visualizações
Acesso Rápido

E-mail: gabinetenoemiarocha@gmail.com
Contato: 41 9994-15007

Endereço: Barão do Rio Branco, 720. 4º andar.

         Acompanhe nosso mandato

© 2019 by Ascom Noemia Rocha.    Políticas de Privacidade