• Assessoria de Comunicação

12 coisas que você nunca deve fazer com seu cachorro

Os cachorros são, sem dúvida, os melhores e mais leais amigos que um homem pode ter. Nossos peludos estão sempre prontos para nos acompanhar em todas as nossas aventuras e infortúnios, sem a necessidade de falar para nos fazer sentir que eles entendem perfeitamente cada um dos nossos estados de espírito.

No entanto, existem algumas coisas que os cachorros odeiam nos seres humanos, seja porque isso os deixa desconfortáveis ou porque não compreendem a nossa maneira de agir e de mostrar afeto em muitas ocasiões. Se nos dedicarmos a compreender melhor a língua e a comunicação dos nossos pets, saberemos identificar as suas preferências e expressar o nosso afeto de uma forma que eles também possam desfrutar e retribuir.

Nesta ocasião, te convidamos para descobrir as 12 coisas que você nunca deve fazer com seu cachorro para respeitar a vontade e necessidades dele, e oferecer uma excelente qualidade de vida para o seu pet. Não perca!


1. Desrespeitar as liberdades básicas do bem-estar animal

Assim como nós, os cachorros precisam de ter certas liberdades e direitos básicos para poderem desfrutar de uma vida saudável, digna e feliz. Conhecer e respeitar as 5 liberdades do bem-estar animal será o pilar fundamental sobre o qual você pode construir uma relação positiva com seus pets, baseada na confiança e no afeto mútuo. Portanto, ignorar as necessidades e direitos básicos do seu cachorro é definitivamente uma das coisas que você não deve fazer.


As 5 liberdades do bem-estar animal são:

- Livre de sede, fome e desnutrição

- Livre de desconforto

- Livre de dor e doenças

- Livre para se expressar

- Livre do medo e do stress



2. Se chatear porque o seu cão é um cão

Sim, o seu cachorro vai saltar em cima de você quando chegar a casa e sujar a sua roupa. Sim, ele vai babar a sua casa, o seu sofá e até a sua cara, e você terá de limpar enquanto ele te olha com a cara mais inocente do planeta. Sim, os filhotes podem roer alguns dos seus sapatos, meias e até mobília porque seus dentes estão crescendo, ou porque não estão habituados a ficarem sozinhos em casa. Sim, o seu cachorro vai cheirar como um cachorro porque o corpo dele é diferente do nosso e o banho excessivo vai prejudicar a sua saúde. Sim, o seu cachorro vai cheirar o rabo dos outros cães para socializar, ele vai querer sair para passear o tempo todo, ele vai pedir carinhos e vai querer dormir com você para se sentir seguro...

Em suma, o seu cachorro será um cachorro e a única coisa que ele nunca fará é pedir permissão para o amar incondicionalmente... Os cães são assim e, por isso mesmo, são sempre autênticos e absolutamente encantadores quando se exprimem. Às vezes, você vai precisar de cinco ou dez minutos para respirar fundo e se acalmar... Mas você nunca deve ficar bravo/a, muito menos punir ou repreender o seu melhor amigo por ser o que ele é: um cachorro!

3. Humanizá-lo ou querer mudar a maneira de ser dele

Como mencionado na secção anterior, o seu cachorro é um cachorro, não uma pessoa e muito menos um bebê. Isso não significa que uma espécie seja superior ou inferior, mas sim que cada uma tem o seu próprio organismo, a sua própria personalidade e, consequentemente, suas próprias necessidades. Embora possa parecer que um cão humanizado tem muitos "luxos e regalias", a verdade é que este cachorro sofre porque não se pode expressar livremente.

Como tutores, é nossa mais bela missão e responsabilidade aprender a respeitar e amar nossos cães por sua própria maneira de ser, em todas as suas semelhanças e diferenças com os seres humanos. É claro que é perfeito que você dedique tempo e trate seus peludos com todo o amor e carinho que você tem para oferecer, mas lembre-se sempre que humanizar um cão significa não respeitar as necessidades do corpo e da mente dele.


4. Permitir tudo e não adestrar corretamente

Ao adotar um cachorro, você deve estar ciente de que, além de amar, mimar e se divertir com o seu pet, você também precisará educá-lo. Infelizmente, muitas pessoas desconhecem que a educação é uma parte essencial de ser responsável por um cachorro. E, muito frequentemente, vemos cães sendo abandonados por seus tutores por problemas de comportamento, quase sempre associados a uma educação e socialização precárias.

Educar o seu cão permite que você lhe ensine as regras do lar para encorajar uma vida saudável e segura para todos os membros da família. Desta forma, você será capaz de prevenir muitos problemas de comportamento e acidentes domésticos. Mas isso não é tudo: o adestramento é, em suma, o melhor exercício que se pode dar ao melhor amigo para estimulá-lo a nível físico, cognitivo, emocional e social.

Se você não tiver tempo ou paciência para ensinar seu melhor amigo, você também pode procurar a ajuda de um educador de cães.