• Assessoria de Comunicação

10 raças de cães mais propensas à obesidade

A obesidade é um problema de saúde que pode trazer consequências graves, embora possa não o parecer. Existem determinadas raças caninas propensas à obesidade. Por esse motivo, se está pensando em adotar um cachorro, é muito importante que saiba se é propenso a sofrer deste problema relacionado com o peso corporal.

Além de uma alimentação inadequada ou excessiva, o fato de não realizar o exercício essencial para cada raça é um fato que ajuda a que determinadas raças caninas tenham mais tendência a engordar.

Por este motivo, queremos lhe mostrar as 10 raças de cães mais propensas à obesidade, para que possa cuidar delas de forma saudável se alguma delas for o seu pet.


1. Pug: é uma raça canina com uma grande tendência a adquirir sobrepeso. Ao contrário de outras raças o exercício que o Pug pode suportar é ínfimo. Devido à sua constituição musculada, o Pug tem dificuldade para respirar. Por isso, submetê-lo a um exercício prolongado repercutirá negativamente na sua saúde, uma vez que castigará o seu sistema cardíaco.

Por conseguinte, o Pug deve comer de forma moderada, uma vez que o exercício intenso fica descartado.

2. Dachshund: Esta raça de cachorro, conhecida também como "cão salsicha", tem tendências muitas vezes a ser obeso. O Dachshund ou Teckel sofre de uma morfologia complexa: tem um corpo longo e de tamanho médio. Totalmente desproporcionado para as patas tão curtas que tem. Isso significa que tem um estômago proporcional com o tamanho do seu corpo, mas excessivo para o comprimento das suas patas.

Esta raça tem ainda outro problema, o comprimento do seu corpo faz com que possa sofrer de uma doença na sua coluna vertebral, chamada de discal intervertebral. O sobrepeso agrava esta tendência, por isso esta raça deve ser alimentada de forma moderada.

3. Labrador Retriever: O Labrador Retriever é a raça canina mais propensa a engordar, segundo a opinião ge