• Assessoria de Comunicação

10 curiosidades sobre o comportamento dos cachorros

Mais que um membro da família. Entender que, assim como nós, os cachorros também têm a capacidade de sentir sensações e sentimentos de forma consciente e que demonstram muitas coisas através do comportamento é essencial para uma melhor convivência entre todos os seres.


Afinal, você sabe qual o motivo pelo qual eles levantam a perna para fazer xixi? E é mesmo verdade que o olfato deles é bem mais apurado que o nosso? Por que eles gostam tanto de roer ossos?

Aqui esclarecemos algumas curiosidades para que você entenda mais sobre os comportamentos do seu companheiro de quatro patas. Vamos lá?


Por que eles levantam a perna para fazer xixi?

É muito comum ver os cachorros levantando a perna para fazer xixi. Esse comportamento começa com cerca de um ano de idade, sendo uma das formas dos cachorros demarcarem território, permitindo assim que outros cachorros e animais o notem de forma mais fácil.


Sim, os cachorros também suam

Devido a quantidade de pelos, os cães transpiram através de suas almofadinhas das patas, quando deitam sobre um piso frio e conduzem calor do corpo para a superfície também. A expulsão de calor ocorre através da boca, que expele o ar quente enquanto respira o ar frio, sendo este o principal motivo pelo qual o cachorro fica com a boca aberta, língua para fora e respiração forte.


Por que os cachorros ficam com os olhos vermelhos nas fotos?

Você já deve ter notado alguma foto do seu cão com os olhos vermelhos. Isso ocorre porque os cães possuem uma membrana de tecido (Tapetum Lucidum) no fundo dos olhos fazendo com que a luz passe duas vezes pela retina, ajudando-os a enxergar melhor no escuro. É por esse motivo que quando utilizamos flash os olhos do pet ficam vermelhos, verdes ou até mesmo esbranquiçados.


Sons e vocalizações: o que eles querem dizer?

Eles adoram latir para os vizinhos ou quando veem algum carro passando. Assim como os outros animais, os cachorros utilizam os latidos como uma forma de comunicação com os humanos e também com outros animais.

Os sons e vocalizações transmitidos pelo pet podem indicar fome, vontade de passear ou brincar, ansiedade, dores, frustrações, entre outros. A melhor forma de entender o que eles querem dizer é observando seu comportamento.

Se o pet estiver emitindo sons excessivamente, este pode ser um sinal de que algo não está indo bem. Neste caso, a melhor solução é procurar um Médico Veterinário.


O olfato deles é bem mais apurado que o nosso

Nosso olfato possui 5 milhões de receptores olfativos, já o dos cachorros podem atingir 300 milhões. De todos os cinco sentidos – olfato, audição, visão, paladar e tato – o olfato é o mais desenvolvido.

Quando um cachorro respira normalmente, o ar não passa diretamente sobre os receptores do olfato, mas quando o cão quer cheirar alguma comida ou objeto, o ar percorre todo o caminho para os receptores do olfato fazendo com que ele identifique com mais facilidade. Além disso, espirros, incômodo e o ato de esfregar o nariz no chão podem ser alguns sinais de odores desagradáveis ou irritantes para eles.


Cachorros também sofrem de depressão?

Este não é um mal que afeta apenas os humanos. Os cachorros também podem sofrer de depressão. Com isso, ocorre a mudança de comportamento compatível com a depressão como, por exemplo, diminuição de interesse em atividades cotidianas, perda de apetite e apatia.

Lembre-se que o Médico Veterinário é a primeira pessoa que deve ser consultada sempre que seu amigo exibir uma mudança de comportamento persistente.


Por que os cachorros ficam com o pelo arrepiado?

Assim como nós, eles também podem ficar com os pelos arrepiados. Também conhecida como piloereção – na linguagem corporal canina – os cachorros eriçam os pelos a fim de parecerem maiores e mais assustadores. Isso ocorre por um reflexo neurológico relacionado ao medo ou agressividade.

Além disso, se a cauda do pet estiver erguida e com passos medidos em direção a algum outro animal, fique atento, já que essa pode ser uma posição de ataque.

Por que os cachorros ficam dando voltinhas antes de deitar?

Este comportamento dos cachorros é instintivo e foi herdado dos seus antigos ancestrais – cães selvagens e lobos – que preparavam o lugar para dormir caminhando em círculos até cavarem uma espécie de ninho confortável como estratégia de sobrevivência.

Os lobos giravam para sentir a direção do vento que espalhava o cheiro do corpo para que pudessem se defender de outros predadores. Hoje, esse comportamento não é mais necessário, mas por causa da sua memória genética os cães continuam agindo dessa forma.


E por que eles gostam de roer ossos?

É muito comum que seu cachorro adore roer ossos. Este é um aspecto histórico dos ancestrais dos cães, os lobos, logo após o ato da caça de seus predadores. Enquanto mastigam e fragmentam os tecidos, “raspam” seus dentes sendo uma das formas de limpá-los evitando assim a formação de placas de tártaro e, claro, para obtenção de cálcio.


O jeito de andar e a postura também têm muito a dizer

Sim, o comportamento também reflete na postura e no jeito de andar. Se o cachorro está mancando, andando com o quadril para baixo ou até mesmo curvado, significa que algo não está indo bem.

Nessa condição, o pet pode se recusar a passear e até mesmo fazer suas necessidades perto de onde estão para não ter que caminhar. Por isso, é essencial considerar todo e qualquer comportamento com um olhar atento.


Fonte: Psicologia Animal

106 visualizações0 comentário