• Assessoria de Comunicação

10 animais exóticos que podem ser pets

Se você gosta de animais, já deve ter pensado em ter mais do que um cão ou gato em casa. Aves diferentes, répteis, pequenos roedores – existem várias outras espécies que podem ser domesticadas e se tornar o seu próximo bichinho de estimação.


Confira uma lista com 10 animais exóticos:

Sagui

Este pequeno primata pode viver em cativeiro, desde que tenha espaço suficiente para brincar e se locomover com toda a sua agilidade. Possuem a cauda alongada, maior do que o corpo, que serve para dar equilíbrio nas suas escaladas e corridas pelos galhos das árvores. Antes de comprar é preciso escolher um criador licenciado pelo IBAMA. Furão De aparência peculiar, com corpo magro e alongado, o furão (ou ferret) é um animal dócil que gosta da companhia dos donos. São mais ativos à noite e passam boa parte do dia dormindo. A gaiola deve ter tamanho apropriado, com brinquedos e rede para o pet dormir. Miniporco

Este animal virou mania no País há alguns anos. É dócil, mede até 40 cm e se adapta bem ao convívio doméstico. Necessita de cuidados como alimentação adequada com ração e passeios constantes – principalmente os que vivem em espaços menores. Porquinho-da-índia O porquinho-da-índia é um roedor de pequeno porte originário da América do Sul. Tem temperamento tranquilo e é muito sociável – ideal para convívio familiar. Apesar de ter hábitos noturnos, ele também gosta de brincar durante o dia entre uma soneca e outra. Vive em pequenos cercados ou gaiolas apropriadas. Iguana

Réptil que vive principalmente em áreas florestais, sobre os galhos das árvores. Em cativeiro, é necessário reproduzir minimamente seu habitat, com um terrário de tamanho adequado e galhos para que o animal suba. A iguana pode atingir quase dois metros de comprimento quando adulta, portanto é preciso ter espaço suficiente em casa e aptidão para cuidar de um pet deste porte. Chinchila Pequeno roedor de orelhas grandes e pelo acinzentado, o chinchila é um animal de estimação bastante procurado. É dócil e vive tranquilamente na presença de crianças. A gaiola precisa ter espaço suficiente para que ele possa brincar, já que passa a maior parte do dia dentro delas, e deve ser feita de arame para que ele não consiga roer as grades. Arara Canindé

Comum na América do Sul e Central, a arara canindé é também conhecida como arara-de-barriga-amarela ou arara-amarela. O tamanho varia de 75 cm a 80 cm quando adulta e pode viver até 70 anos em cativeiro. Precisa de gaiolas ou viveiros amplos, que permitam que ela abra as asas sem bater nas grades. Para comprar, é necessário procurar criadores certificados pelo IBAMA. Tigre d’água Réptil da família dos quelônios (como os jabutis e cágados), este animal é verde com listras amarelas. Daí vem seu nome Tigre d’água. Vive em lagos ou em pequenos riachos e em casa precisa de um ambiente com água, como aquários e tanques, que tenham também uma área seca de fácil acesso. Calopsita

Natural da Austrália, esta é uma ave de tamanho médio, que pode atingir até 30 cm quando adulta. Ela tem boa convivência doméstica e normalmente vive em gaiolas, que precisam ter tamanho suficiente para que possa abrir as asas sem esbarrar na grade. Cacatua Originária da Oceania, esta linda ave de penas brancas, crista exuberante e bico encurvado pode viver até 80 anos, dependendo da espécie. Ela emite sons muito altos – portanto se você tem restrições com barulho deve evitar escolher este pet. Necessita de gaiolas ou viveiros de tamanho adequado, com pelo menos 60 cm de largura, altura e comprimento. Para comprar, é preciso procurar criadores certificados pelo IBAMA.


Fonte: Estadão

2 visualizações
Acesso Rápido

E-mail: gabinetenoemiarocha@gmail.com
Contato: 41 9994-15007

Endereço: Barão do Rio Branco, 720. 4º andar.

         Acompanhe nosso mandato

© 2019 by Ascom Noemia Rocha.    Políticas de Privacidade